A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

02/02/2009 12:32

Sarney é eleito presidente do Senado pela terceira vez

Redação

Com 49 votos o senador José Sarney (PMDB-AP) foi eleito presidente do Senado Federal. A votação foi realizada na amanhã de hoje. O petista Tião Viana (AC), que também concorria ao cargo, recebeu 32 votos. Esta é a terceira vez que Sarney ocupa a cadeira de presidente do Senado.

De acordo como regimento interno da casa, para ser eleito o candidato precisa ter maioria simples dos 81 senadores.

Na ocasião, Sarney rebateu críticas de aliados de Tião de que seu retorno à presidência representa a manutenção do conservadorismo político na Casa. "Ouvi muitos discursos aqui. Uma parte quero contestar porque é injusta", iniciou sua defesa.

"Desde que comecei como político, sempre procurei caracterizar-me como inovador. Nunca meus olhos ficaram como lanternas voltadas para trás. Não me chamem de um homem retrógrado, como se fosse um velho que chega aqui sem querer renovar o Senado. Sempre tive esta vontade", afirmou.

Ainda em sua defesa, Sarney listou uma série de medidas implementadas durante suas gestões na Casa para mostrar que, no passado, foi favorável à renovação. "Fundei os primeiros circuitos fechados de TV, depois a primeira TV educativa do Brasil. Não me chamem de um velho que não tem gosto pela inovação. aqui no Senado, quando cheguei, a idéia da informatização foi minha".

Em seu discurso Sarney enfatizou que não pretendia ser candidato à presidência do Senado, mas que não poderia "fugir ao dever", já que, segundo ele, a idéia de sua candidatura partiu de seus colegas, inclusive de outros partidos. E disse que tem Deus como testemunha de sua disposição inicial.

"Eu nunca fui candidato pela minha vontade, mas por convocação. Eu não queria disputar a presidência do Senado, fui convocado como um homem público que não pode deixar de fugir ao dever de atender a essa convocação no momento em que colegas de quase todos os partidos me solicitavam que assim eu fizesse", afirmou.

Reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, diz Meirelles
A reforma da Previdência deve ser votada na semana que vem, de acordo com o ministro da Fazenda Henrique Meirelles. A declaração foi dada na noite de...
Quanto mais reforma demorar, mais dura será correção, diz ministro
Caso o governo não consiga aprovar a reforma da Previdência ainda este ano, conseguirá em 2018, disse hoje (11) o ministro do Planejamento, Dyogo Oli...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions