A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

18/09/2014 18:06

Se eleito, Nelsinho promete mudanças na cobrança do ICMS no Estado

Ludyney Moura
Nelsinho prometeu implantar programa Nota Legal, para que cidadão cobre nota fiscal no comércio (Foto: Divulgação/Mazão Ramires)Nelsinho prometeu implantar programa Nota Legal, para que cidadão cobre nota fiscal no comércio (Foto: Divulgação/Mazão Ramires)

O candidato do PMDB ao Governo do Estado, o ex-prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad, prometeu, se eleito, dar fim à cobrança antecipada do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços).

"O comerciante compra seu produto para poder revender. Paga o ICMS antes de vender e muitas vezes o produto encalha e ele já pagou o imposto de algo que não vendeu. Temos que corrigir esta distorção", disse o candidato durante agenda pública de campanha.

O fim do chamado ICMS Garantido, segundo o peemedebista, é uma reivindicação antiga dos empresários sul-mato-grossenses, que não querem pagar a taxa sobre o produto ou serviço antes da comercialização.

O candidato também prometeu seguir o exemplo de Estado como Minas Gerais, São Paulo e Rio de Janeiro, e implementar o que chamou de Programa Nota Legal, que quer estimular o consumidor sul-mato-grossenses a cobrar a nota fiscal nos estabelecimentos comerciais.

"A população, ao fazer uma compra, dá o número do CPF, recebe a nota fiscal e, ao final de um ano, todas estas notas serão somadas e vamos retornar ao cidadão até 5% de tudo o que ele gastou em um ano, por meio de desconto no IPVA ou em dinheiro", alegou Nelsinho, que também prometeu conceder benefícios fiscais diferenciados para atrair empresas ao Estado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions