ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, TERÇA  11    CAMPO GRANDE 16º

Política

Secretário de Fazenda está com covid e mais 3 do 1° escalão entram em isolamento

Diretor do Detran também está com a doneça e secretários Eduardo Riedel e Sérgio de Paula testaram negativo, mas estão afastados

Por Leonardo Rocha | 16/07/2020 11:21
Secretário estadual de Fazenda, Felipe Matos, em entrevista no ano passado (Foto: Marcos Maluf - Arquivo)
Secretário estadual de Fazenda, Felipe Matos, em entrevista no ano passado (Foto: Marcos Maluf - Arquivo)

Os casos de coronavírus em Mato Grosso do Sul chegaram ao 1° escalão do governo estadual. O secretário estadual de Fazenda, Felipe Matos, está com covid-19. A informação foi revelada pelo presidente da Assembleia, o deputado Paulo Corrêa (PSDB) e confirmada pelo secretário.

Em contato com o Felipe Matos, ele disse ao Campo Grande News que está em isolamento em casa, mas sem sintomas graves da doença. Os sinais começaram com dor de cabeça na segunda-feira. Depois vieram dores pelo corpo. "Nunca tive dor de cabeça e estranhei. Dai vieram os sintomas de resfriado", conta.

O secretário resolveu fazer o teste do tipo swab em laboratório particular, considerado padrão ouro, e o resultado foi positivo. "Minha esposa e meus dois filhos também fizeram o exame e o resultado sai hoje), explica.

No primeiro escalão do governo, o diretor-presidente do Detran-MS (Departamento Estadual de Trânsito), Rudel Trindade Júnior, também está com a doença e segue em quarentena.

Já o secretário estadual de Governo, Eduardo Riedel, anunciou nesta quarta-feira que testou negativo. No entanto, vai ficar em isolamento porque sua esposa e filho tiveram resultado positivo ao novo coronavírus.

Sérgio de Paula, secretário de Articulação Política, fez dois exames que deram negativo para doença, no entanto preferiu adotar a cautela e vai ficar de quarentena. “Como ganhei mais um neto, vou ficar isolado até segunda-feira (20) ”, explicou.

O coronavírus também chegou a outros poderes do Estado, como no caso da Assembleia Legislativa, onde os deputados Paulo Corrêa (PSDB) e Neno Razuk (PTB) testaram positivo para covid. O tucano já se sente melhor e inclusive conduziu de sua residência, as sessões do Legislativo por meio de videoconferência, nesta semana.

Com quatro casos confirmados entre funcionários, a Assembleia resolveu aderir o recesso parlamentar de 14 dias, para que o prédio seja fechado e passe por nova desinfectação. Os parlamentares tinham suspendido a “folga” do meio do ano, mas voltaram atrás em função desta situação.

Pandemia - Houve um crescimento exponencial de casos da doença nas últimas semanas no Mato Grosso do Sul, assim como em Campo Grande. O Estado já chegou a 15.330 (casos) registrados, com 191 óbitos. Só nesta quinta-feira (16) foram 699 novos contágios, em 24 horas.