ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, SEXTA  07    CAMPO GRANDE 19º

Política

Secretário de MS está em lista dos 50 perfis mais influentes nas redes sociais

Carlos Alberto Assis é o único nome de Mato Grosso do Sul citado na pesquisa do Trunfo Político

Por Paulo Nonato de Souza | 20/12/2017 17:48
Carlos Alberto Assis disse que a Câmara Federal não é o único caminho para 2018 (Foto: Divulgação)
Carlos Alberto Assis disse que a Câmara Federal não é o único caminho para 2018 (Foto: Divulgação)

Trunfo Político, plataforma online do jornal O Estado de S.Paulo, traz levantamento nesta quarta-feira (20), onde o secretário estadual de Administração, Carlos Alberto Assis, aparece entre os 50 pré-candidatos a deputado federal nas eleições de 2018 com perfil de maior influência nas redes sociais em nível de Brasil.

Carlos Alberto Assis é o único nome de Mato Grosso do Sul citado na pesquisa, e pelas regras do Trunfo Político, o objetivo é mapear, nos 26 Estados e no Distrito Federal, aspirantes ao primeiro mandato de deputado federal que tenham relevância nas redes sociais. Diz que o bom desempenho nas redes será diferencial para as eleições de 2018.

A lista dos 50 pré-candidatos a deputado federal mais influente nas redes, com Assis no destaque, segundo pesquisa do jornal Estadão
A lista dos 50 pré-candidatos a deputado federal mais influente nas redes, com Assis no destaque, segundo pesquisa do jornal Estadão

“Feliz pelo reconhecimento nacional. Sempre utilizei as ferramentas digitais porque é o meio mais fácil e rápido de prestar contas das nossas ações como gestor público, além de nos aproximar do servidor e da população”, declarou Carlos Alberto Assis, que investe nas redes digitais desde que assumiu a Secretaria Estadual de Administração, em 2015.

Cotado a disputar uma vaga na Câmara Federal, Assis admite que este não é o único caminho que se apresenta para as eleições do próximo ano, e poderá concorrer a uma vaga na Assembleia Legislativa. "Estou à disposição do meu partido. Farei o que for melhor para o nosso projeto político e pela reeleição do governador Reinaldo Azambuja”, comentou ele.