A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Agosto de 2017

28/08/2015 13:00

Segue para sanção projeto que prevê 20% de vagas para negros

Leonardo Rocha
Proposta de Amarildo Cruz segue para sanção do governador Reinaldo Azambuja (Foto: Divulgação)Proposta de Amarildo Cruz segue para sanção do governador Reinaldo Azambuja (Foto: Divulgação)

O projeto de autoria do deputado Amarildo Cruz (PT) que amplia de 10% para 20% a cota para negros em concursos estaduais, segue agora para sanção do governador Reinaldo Azambuja (PSDB). A justificativa é que ainda é necessário aumentar estas medidas para promover mais igualdade de participação deste público, que é maioria no Estado.

Em relação a cotas para indígenas, segue o mesmo percentual de 3% previsto na lei atual, que foi acrescentada em 2010 o então deputado Pedro Teruel (PT). Para o autor do projeto ainda não basta não discriminar, é preciso viabilizar políticas públicas que possam permitir esta mudança em toda sociedade.

“Ainda precisamos ter políticas a curto prazo, para que no futuro não seja mais necessário as cotas nem para os negros e nem ao indígenas”, disse ele. Amarildo ressaltou que esta ampliação de cota para negros tem o objetivo de combater a desigualdade a este público, para corrigir a discriminação e falta de espaço ao negro na história do país.

O parlamentar ainda destaca a Lei Federal 12.990 que já prevê 20% das vagas em concursos federais aos negros. “estudos apontam que, em uma década, a população sul-mato-grossense, que se declarava branca, teve a maior queda entre as unidades da federação”. Se o governador vetar o projeto, a matéria retorna para Assembleia, que vai decidir se mantem ou derruba a decisão do governo.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions