A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

02/04/2011 15:52

Seis meses após a eleição, TSE autoriza candidatura de ex-deputado de MS

Paulo Fernandes

Motivado pela decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) de que a Lei da Ficha Limpa só deverá ser aplicada às eleições de 2012, o TSE (Tribunal Superior Eleitoral) deferiu os registros de oito candidatos que concorreriam à eleição de outubro de 2010.

Dois deles são de Mato Grosso do Sul: José Tomaz da Silva e o ex-deputado estadual Luizinho Tenório tiveram os registros de candidatura negados pelo TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral). Eles pretendiam disputar vagas na Assembleia Legislativa.

A decisão do TSE foi divulgada ontem no site do TSE, quase seis meses após a eleição.

Na semana passada, os ministros do Supremo decidiram por 6 x 5 que a Ficha Limpa não deveria ser aplicada às eleições de 2010, por contrariar o princípio da anualidade ou anterioridade da Constituição. O voto decisivo foi do ministro Luiz Fux.

Em decisão preliminar, os ministros já haviam concordado que o julgamento, sobre a inaplicabilidade da lei para 2010, teria repercussão geral, se aplicando a todos os demais recursos que versam sobre a lei.

STF decide que Lei da Ficha Limpa só vai valer em 2012
Em uma votação apertada (6 X 5), os ministros do STF (Supremo Tribunal Federal) decidiram, nesta noite, que a Lei da Ficha Limpa não deve ser aplicad...
Assembleia recebe prestação de contas e fará limpeza de pauta antes do recesso
A última semana de trabalho do Poder Legislativo de Mato Grosso do Sul em 2017 será aberta com a audiência pública para prestação de contas do govern...
Assembleia vota prorrogação de adesão a fundo que regula incentivos fiscais
A prorrogação até 30 de dezembro do prazo para que empresas beneficiadas com incentivos fiscais concedidos pelo governo do Estado se inscrevam no Fad...


E agora,TSE, diante dessa burrice vão realizar novas eleições pra deputado estadual, concorrendo apenas os dois? Deveriam te-los deixados concorrer, sabendo de antemão que não seriam diplomados caso a desição fosse contraria. Que coisa,hein? Até a lei dos politicos é enrolada!
 
samuel gomes-capital em 02/04/2011 06:37:58
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions