A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

28/01/2012 13:13

Sem barragens, enchente teria "varrido a Afonso Pena", afirma Puccinelli

Fernando da Mata

Segundo governador, estragos que ocorreram na cidade, principalmente na Via Parque, foram “ínfimos”

Governador durante visita na obra da barragem do córrego Sóter (Foto: Marlon Ganassin)Governador durante visita na obra da barragem do córrego Sóter (Foto: Marlon Ganassin)

Em sua primeira aparição pública após as férias, o governador André Puccinelli (PMDB) visitou, na manhã deste sábado (28), a obra da quarta barragem do córrego Sóter, que se rompeu após a chuva forte de quinta-feira (26).

Segundo Puccinelli, os estragos que ocorreram na cidade, principalmente na Via Parque, foram “ínfimos”, já que não são permanentes e não houve vítimas.

“Os estragos que foram feitos foram graças às obras de contenção de enchentes, senão tinha varrido a Afonso Pena. As obras e os estragos são sempre evolutivos. Então podemos dar graças a Deus”, avaliou o governador do estado, lembrando também que “não teve chuva igual” nos últimos anos.

Puccinelli foi até a Via Parque com o prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB) e outras autoridades. Nelsinho ainda não soube precisar quais foram os prejuízos causados pela tempestade na cidade.

Barragem rompida - O engenheiro Renato Marcílio, da empresa responsável pela obra da quarta barragem do córrego Sóter, disse que ainda não há diagnóstico sobre o que causou o rompimento da barragem.

“A primeira hipótese é que a enxurrada pode ter trazido tronco ou pedaço de madeira grande que se chocou”, disse o engenheiro.

Ainda de acordo com Marcílio, os estragos comprometeram de 10 a 15% da estrutura da barragem. “Nós limpamos parede, a barragem não está funcionando, mas estrutura foi preservada”, enfatizou o engenheiro.



ENGRAÇADO É QUE QUANDO NÃO HAVIA OS GRANDES PRÉDIOS EM FRENTE AO SHOPPING NÃO HAVIA ESSE SUFOCO,ACEITEM ESSE PROGRESSO DESENFREADO E DEPOIS CONSERTAR O OQUE NÃO PODE MAIS SER FEITO.A AREA DO PARQUE INDIGENA ESTA VIRANDO UM PÓLO RESIDENCIAL E COMERCIAL E A AGÚA VAI PARA ONDE. SENHORES ADMINISTRADORES PAREM AGORA COM A DESTRUIÇÃO DO PARQUE,POIS TÁ VIRANDO UM FUNIL,AGÚA VAI LEVAR TUDO CUIDADO
 
luiz carlos em 29/01/2012 11:15:04
olha nao podemos culpar nem o governo e nen o prefeito porque eles constroi todas essas obra para melhoria da cidade .e eles nao tem culpa da força da natureza/
 
joao batista bernardo em 29/01/2012 10:23:44
"JÁ ACHARAM O TRONCO"?.
 
nilo oliveira em 29/01/2012 08:49:41
deus nos ajude e proteja, pois a inteligencia que nos deu, barra na incompetencia dos proficionais, e todo ano se ouve que a chuva foi assima do esperado pra todo o mes. quando vao calcular essa chuva direito? a quase 100 anos, fiseram estrada de ferro na lama, e está aí até hoje, agora nao consegue fazer uma barragem!!!!!da uma ligadinha para os caras.
 
nivaldo santos em 29/01/2012 07:13:40
Provavelmente meu comentário não será publicado, até porque nao acredito na seriedade dessa mídia, mas dizer que toda enchente se deu por conta do rompimento de 15% de uma barragem, é um absurdo. As obras feitas não foram prevendo um enchente, mas sim um fluxo normal de chuva. A Afonso Pena pode nao ter sido varrida, mas o dinheiro do contribuinte foi.
 
Israel Gomes Monteiro de Sousa em 29/01/2012 02:17:41
Realmente governador, as obras realizadas foi feita com grande responsabilidade em busca de melhorias, é uma injustiça julgar o Prefeito por estragos causados, em grande parte por força da natureza, a hora agora é de apoiar a reconstrução mais uma vez por uma Campo Grande cada vez melhor.#forçanelsinho, vamos fazer campanha de apoio ao prefeito.
 
Maria Helena em 28/01/2012 10:14:19
Como cidadão, fico com vergonha de ver o governador e o prefeito "desinformando" a população dizendo coisas contrárias ao óbvio.
Tá na cara que teve muito erros de projeto e execução e eles insistem em nos enfiar goela abaixo mentiras.
 
José Carlos de Almeida em 28/01/2012 07:56:54
Outras 3 barragens foram construidas no córrego Segredo (de terra e gabião), mas estão todas assoreadas não estão cumprindo o papel para qual foram projetadas e construídas. É preciso ver isso também.
 
Antonio Carlos em 28/01/2012 07:51:08
Não foi tronco de árvore, mas poderia ser um palito de fósforo o que fez romper a barragem. É preciso verificar os critérios de projetos e construtivos usados para essa Barragem, qualidade do concreto, materiais utilizados etc. É uma barragem onde o concreto esfarelou, rompeu, sem segurança. O que não pode é vir a falar para o prefeito que o concreto não estava curado.
 
Antonio Carlos em 28/01/2012 07:48:46
As barragens são necessárias, mas precisam ser projetadas e construidas com critérios, segurança e responsabilidade. O córrego Sóter, em sua nascente no Parque Sóter, recebe as águas pluviais da Mata do Jacinto e adjacencias. Os taludes da voçoroca do Parque estão solapando e desmoronando. O Lago do Parque está assoreado e morto. Antes do Lago uma barragem dveria ser contruída e o lago recuperado.
 
Antônio Carlos em 28/01/2012 07:41:20
Sou engenheiro civil. Uma barragem durante sua construção deve ter desvios das águas antes de "inaugurá-la", caso contrário qualquer chuva leva a barragem. Parece-me que este preceito não foi atendido. Segundo, uma barragem tem normas de dimensionamento que devem ser seguida, no caso a Norma Brasileira (ABNT). Por último, um muro de placa jamais será uma barragem, uma vez que não suporta os esfor
 
Lauro Modesto de Souza em 28/01/2012 07:11:53
Estas obras, embora bons, são feitas olhando a situação atual e chuva normal esperada. No entanto falta (1) fazer uma analise estatistica para projetar uma chuva atipica que ocorre uma vez em 25 anos e (2) já supor que todos os terrenos vazios terão construção daqui a 25 anos aumentando a vazão do corrego, e projetar as barragens para esta situação. Só isso garante uma solução mais duradoura.
 
Marcos da Silva em 28/01/2012 05:39:23
Antes de fazer a barragem tem que tirar todos troncos de arvóres, de forma que a "barragem" não rompa!
Pode não ter sido um tronco... pode ter sido um palito de fósforo que se chocou com a barragem.
 
Wilson Timoshenko em 28/01/2012 05:14:25
Concordo q obras devem ser planejadas e bem feitas, afim d q realmente cumpram com suas finalidades, mas tambem concordo q cada um deve fazer sua parte, poder público e nós cidadãos. Mantenha "seu quadrado" com grama e ou terra, jogue lixo no lixo e não pela janela de seu carro...é comum ao passar pelas marginais vermos os próprios moradores destas regiões jogando lixo nos córregos...dpois reclama
 
Luci Ferreira em 28/01/2012 05:03:41
Oh, senhor governador, A Afonso Pena foi varrida pela água, o senhor não viu as imagens. Temos que pensar que as chuvas nunca são iguais , e obras tem que prever o improvavel, a natureza é assim...
 
Juarez Goncalves em 28/01/2012 04:26:03
Até parece que nosso prefeito tem culpa do poder da natureza, as obras tem melhorado e muito as intempéries climaticas, e sabemos que os novos plojetos da administração atual vão sanar estes problemas. Parabéns prefeito Nelsinho pela otima administração.
 
José Bueno em 28/01/2012 03:26:15
SR Governador ,Prefeito e Secretario de Obras vocês já imaginaram se fosse a primeira barragem que tivesse rompido ? Como estaria a nossa CAPITAL, Temos que ter cuidados quem vai fazer estas obras tão importantes , para os projetos sejam muitos bem feitos para não mandar mais verbas literalmente aguá abaixo.
 
Luiz Carlos Rebelo em 28/01/2012 03:19:19
Se todos cumprissem a lei da permeabilidade do solo ao envés de simplesmente calçar tudo, esse tipo de problema seria evitado, pois mesmo com uma lei as pessoas insistem em cobrir toda a área da sua casa com concreto jogando a água pra longe dali, depois é fácil culpar o poder publico.
 
Oswaldo Junior em 28/01/2012 03:08:12
O grande "lance" do governante é pensar o inusitado, porque, o trivial, pensamos nós, pobres mortais! Num outro português (acho que, por óbvio, ele não vai entender!), nós achamos que as obras devem ser suficientes para as "as chuvas de verão": o governante, por sua vez, tem de pensar no "dilúvio"!
 
José Robson em 28/01/2012 02:49:03
AS BARRAGEM SO SERÃO SUFICIENTES PARA AS GRANDES CHUVAS SE OS BAIRROS A MONTANTE FOREM DRENADOS E A ÁGUA CONTIDA EM BACIAS CONSTRUIDAS EM CADA REGIÃO. ESSA SOLUÇÃO SERÁ SUFICIENTE PARA A CIDADE COMO ESTA HOJE. POREM COM O CRESCIMENTO DA CIDADE NEM ISSO SERÁ SUFICIENTE. TEMOS QUE DECIDIR PARA QUANTOS ANOS QUEREMOS SOLUÇÕES.
 
HELENA CISOTTO SARTORI em 28/01/2012 02:28:55
ahã....se fossem obras feitas com um bom planejamento, jamais aconteceria essa enchente. Alias essa e outras que ja vem acontecendo cada vez mais em nossa cidade. Rio de Janeiro, São Paulo, MInas Gerais....calma lá, estamos quaze alcançando voces com essa falta de escoamento de águas pluviais. Eu é que peço a Deus que nos proteja e que ilumine todas autoridades que compete a essa área.
 
Roselene de Lurdes em 28/01/2012 02:20:03
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions