A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

27/01/2012 09:10

Rompimento de barragem do Sóter intensificou estragos, diz prefeito

Aline dos Santos

Plano de drenagem ainda prevê construção de 5ª barragem

Barragem rompeu no Sóter. Segundo Trad, obra ainda não estava pronta. (Foto: João Garrigó)Barragem rompeu no Sóter. Segundo Trad, obra ainda não estava pronta. (Foto: João Garrigó)

O prefeito de Campo Grande, Nelsinho Trad (PMDB), afirmou que o cenário de caos causado pela chuva na tarde de ontem foi provocado por três fatores: precipitação de 91 milímetros em menos de 50 minutos, o rompimento da 4ª barragem no córrego Sóter e o transbordamento do lago do Parque das Nações.

“A quarta barragem que segura a água no Sóter, e que ainda está sendo construída, rompeu. Se formou uma onda, que levou imensa quantidade de água para se adicionar à água da chuva”, afirmou o prefeito em entrevista ao jornal Bom Dia MS, da TV Morena.

Conforme o prefeito, a empreiteira responsável pela obra vai refazer o serviço sem custos para o poder público.

Segundo Trad, é preciso construir uma quinta barragem para conter a força da água. “Muita coisa já foi feita e muita coisa ainda precisa ser feita. O plano diretor de drenagem urbana prevê uma quinta barragem”, salienta.

O prefeito também justifica que não é possível ir contra a natureza. “É muito difícil dizer que vai superar esse desafio”, diz.

A chuva alagou a Via Parque, próximo ao Parque das Nações. No local, uma obra orçada em R$ 11 milhões seria inaugurada amanhã. O projeto incluía a construção de uma galeria subterrânea para regular a vazão da água em dias de fortes chuvas.

A situação mais grave foi registrada no bairro Universitário. Um motociclista caiu em um bueiro na rua Vitor Meireles e está desaparecido desde ontem.

Ontem, aJoaquim Murtinho, a Ricardo Brandão e a avenida Afonso Pena, na região Leste da cidade, também ficaram alagadas



É mais facil culpar a Mãe Natureza do que a incopetencia dos "engenheiros "da Prefeitura!!!!! Onde esta o Ministerio Publico para acompanhar os gastos com obras um tanto quanto duvidosa.....
 
Alberto Silva em 27/01/2012 10:15:35
Porque será? Tudo o que está sendo feito a agua leva, as obras não suportam a primeira chuva, pessoas são vítimas das aguas das chuvas ou de uma política nefasta de obras caras e sem qualidade?
 
ValterAntunes de Oliveira em 27/01/2012 09:57:26
O prefeito trabalha arduamente para tornar Campo Grande insustentavel. Iinveste milhōes e os problemas causados pelas chuvas são piores a cada ano.
Cuidar para que cada microbacia retenha agua nas partes mais altas é a unica soluçao. Já escrevi isso a ele.
 
Alcides Faria em 27/01/2012 09:47:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions