A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Setembro de 2017

29/08/2017 11:03

Sem-terra lotam plenário e pedem apoio para destravar reforma agrária

Gabriel Maymone e Leonardo Rocha
Integrantes de oito movimentos sem-terra lotaram plenário da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (Foto: Leonardo Rocha)Integrantes de oito movimentos sem-terra lotaram plenário da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (Foto: Leonardo Rocha)

Manifestantes de oito movimentos sem-terra lotaram o plenário da Assembleia Legislativa, durante a sessão desta terça-feira (29), para reivindicar apoio dos deputados e do governo estadual para acelerar o processo de reforma agrária em Mato Grosso do Sul que, segundo eles, está parado há nove anos.

Um dos líderes do movimento, Vilmar Moraes disse que se reuniu com o superintendente do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) em MS, Humberto César Mota Maciel, que viaja para Brasília para tratar sobre o assunto.

A sede do Incra foi invadida ontem (28) pelos manifestantes, que devem permanecer até que eles “tenham resposta da direção do Incra sobre a reforma do estado”, informou o líder dos manifestantes.

O líder do governo, deputado Rinaldo Modesto (PSDB) declarou que o governo apoia a luta dos trabalhadoresda área rural. Ele afirmou que vai conversar com o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) para tentar acelerar o processo de reforma agrária no Estado e que possam buscar melhorias nas condições dos assentamentos.

Investimento - O grupo também pede investimento em assentamentos e acesso a financiamento para que os assentados possam fazer melhorias nas terras. Vilmar citou alguns exemplos como os assentamentos Eldorado, João Batista e Nazaré, em Sidrolândia, Paulo Freire, em Dois Irmãos do Buriti e Nova Mutum, em Rio Brilhante.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions