A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

25/05/2016 14:24

Senadora de MS avalia como positiva mudança da meta fiscal proposta por Temer

Michel Faustino
A senadora Simone Tebet (abaixo), e os senadores Pedro Chaves (centro) e Waldemir Moka, sentados. (Foto: Agência Senado)A senadora Simone Tebet (abaixo), e os senadores Pedro Chaves (centro) e Waldemir Moka, sentados. (Foto: Agência Senado)

A senadora Simone Tebet (PMDB-MS) avaliou como positiva a aprovação pelo Congresso Nacional, na madrugada desta quarta-feira (25), do projeto que revisa a meta fiscal e autoriza um déficit de R$ 170,5 bilhões para as contas públicas em 2016. A medida é considerada como o primeiro grande teste do apoio ao presidente interino, Michel Temer, no legislativo. A mudança vai para sanção presidencial.

Na avaliação da senadora, a medida era essencial para não paralisar a máquina pública e permitir que o governo de Temer trabalhe.

Para Simone, sem essa permissão para fechar o ano com déficit, várias despesas teriam que ser cortadas, o que afetaria investimentos e programas sociais.

Anteriormente, a presidente afastada, Dilma Roussef, havia proposto um deficit de R$ 96 bilhões, mas ele não chegou a ser votado pelo Congresso. Com isso, o Brasil deverá completar três anos consecutivos sem conseguir fazer economia para pagar os juros de sua divida.

A senadora esteve presente no Congresso ao longo das quase 17 horas de sessão. Os deputados e senadores também votaram 24 vetos presidenciais antes de aprovar a nova meta fiscal.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions