A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

25/04/2011 11:29

Senadores de MS criticam proposta de criação de CPI da fronteira

Fabiano Arruda

Os senadores sul-mato-grossenses Delcídio Amaral (PT) e Waldemir Moka (PMDB) manifestaram opiniões contrárias à proposta de criação de uma CPI na fronteira para investigar tráfico de drogas e armas no País.

O assunto ganhou força após a tragédia na escola do Realengo, no Rio de Janeiro. A proposta da CPI é intensificar a fiscalização sobre a entrada de armas em território brasileiro.

Estados como Mato Grosso do Sul e Paraná estão na mira da CPI prestes a ser instalada.

Para Delcídio, o lugar mais correto para uma CPI seria dentro de uma penitenciária de segurança máxima "já que é de lá que se comandam o tráfico de drogas e de armas".

O peemedebista Waldemir Moka apresentou argumento semelhante. "É mais fácil não deixar a droga entrar do que ir atrás dos que estão traficando no país", pontua.

A proposta da CPI sobre o tema é do senador Marcelo Crivella (PRB-RJ), que defende a comissão como auxílio na criação da guarda de fronteira e viabilização de mais recursos para a Polícia Federal.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions