A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Agosto de 2017

26/03/2014 12:26

Sessão Comunitária tem protesto e pedidos por sinalização no Monte Castelo

Kleber Clajus
Onze vereadores estiveram presentes no Monte Castelo e ouviram puxão de orelha sobre nomeações (Foto: Marcos Ermínio)Onze vereadores estiveram presentes no Monte Castelo e ouviram "puxão de orelha" sobre nomeações (Foto: Marcos Ermínio)
Aluno do 9º ano, Elias cobrou rapidez na entrega de uniformes e melhoria na merenda (Foto: Marcos Ermínio)Aluno do 9º ano, Elias cobrou rapidez na entrega de uniformes e melhoria na merenda (Foto: Marcos Ermínio)

Dois protestos marcaram Sessão Comunitária da Câmara Municipal, nesta quarta-feira, no Bairro Monte Castelo, em Campo Grande. O evento ocorreu na Escola Municipal Professor Etalívio Pereira Martins, onde a comunidade também solicitou aos 11 vereadores presentes melhorias em sinalização e infraestrutura.

A engenheira agrônoma aposentada, Maria Mazarello, foi a primeira a falar e deu um “puxão de orelha” por não concordar com a nomeação de indicados no Executivo. Ela lembrou o caso de Edson Shimabukuro (PTB), que pretendia colocar cerca de 60 técnicos na Agetran (Agência Municipal de Trânsito), medida considerada “trem da alegria” e negada pelo vereador.

De forma pontual, um grupo de 10 pessoas também protestou com camisetas sobre a “indignação” da queda do ex-prefeito cassado, Alcides Bernal (PP).

Cristiane Duarte, que preside a ONG Bem Mulher, lembrou que a mobilização conta com abaixo assinado, com mais de duas mil assinaturas. O objetivo é anular sessão de julgamento que cassou o mandato do progressista e tudo é feito na base da “vaquinha”.

Além dos protestos, o síndico do condomínio Indaiá, Luiz Antônio Venâncio, lembrou que faltam 55 metros de calçada em uma das alças de acesso da Avenida Mascarenhas de Moraes e cobrou sinalização no cruzamento com a Rua 14 de Julho.

Para a diretora da escola, Sandra Penrabe, é preciso repintar faixas de pedestres e garantir maior acessibilidade aos 560 alunos da unidade no acesso de entrada e na quadra de esportes. Já o aluno do 9º ano, Elias Ferreira, lembrou que o calor castiga com ventiladores quebrados com frequência.

“Também tivemos atrasos com os uniformes e esperamos que o novo prefeito possa suprir nossas necessidades com rapidez, além de melhorar a qualidade da merenda”, disse Elias.

Governador assina ordem de serviço para asfalto e entrega viaturas hoje
O governador Reinaldo Azambuja (PSDB) assina nesta quinta-feira (17), ordem de serviço para pavimentação e drenagem de águas pluviais em seis quilôme...
Ainda tem o que entregar sobre Michel Temer em delação, diz Funaro
O corretor de valores Lúcio Bolonha Funaro, preso na Papuda, em Brasília, disse nesta quarta (16) que "ainda tem" o que entregar sobre o presidente M...
Sem consenso, Câmara adia votação da reforma política
Sem consenso e diante de muita polêmica, o plenário da Câmara dos Deputados adiou na noite desta quarta-feira (16) a votação do texto-base de parte d...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions