A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

05/07/2012 17:49

TCE diz que irregularidades em Paranaíba foram detectadas em fevereiro

Nadyenka Castro

MPE deflagrou operação no município contra corrupção. De acordo com Tribunal de Contas, Inspeção Ordinária verificou a situação

Diversos documentos foram apreendidos em ação realizada na última terça-feira em Paranaíba. (Foto: Jornal Tribuna Livre de Paranaíba)Diversos documentos foram apreendidos em ação realizada na última terça-feira em Paranaíba. (Foto: Jornal Tribuna Livre de Paranaíba)

Supostas irregularidades na Prefeitura de Paranaíba, município que fica a 422 quilômetros de Campo Grande, que são alvos de investigação do MPE (Ministério Público Estadual), foram verificadas pelo TCE (Tribunal de Contas do Estado) em fevereiro deste ano.

De acordo com informações do TCE, durante a sessão do Pleno dessa quarta-feira, a conselheira Marisa Serrano, a quem Paranaíba está jurisdicionada, informou que as irregularidades no município tinham sido “detectadas através de uma Inspeção Ordinária realizada pela 6ª Inspetoria de Controle Externo (ICE), em fevereiro deste ano”.

Conforme a conselheira, o relatório da inspeção apontou indícios de corrupção na emissão de notas fiscais e no pagamento de diárias a vereadores da Câmara Municipal.

A conselheira explicou que os processos referentes a ambas as situações estão em fase de notificação dos gestores responsáveis para que eles se manifestem.

Marisa Serrano afirmou que “a presente comunicação é uma demonstração de que o TCE/MS está atendo as eventuais irregularidades nos órgãos jurisdicionados”, concluiu.

Outras inspeções - Na sessão dessa quarta-feira do Pleno do TCE/MS , o presidente Cícero Antônio de Souza e os conselheiros José Ancelmo dos Santos, Iran Coelho, Waldir Neves, Ronaldo Chadid e Marisa Serrano, acompanhados do procurador Geral de contas José Aêdo Camilo, julgaram 38 processos, sendo 13 considerados irregulares.

Deste total de prestação de contas considerados irregulares, em dois processos foram aprovadas a realização de inspeção extraordinária nas Prefeituras de Corumbá e Coxim.

Operação do Gaeco -Desde novembro do ano passado, o MPE investiga denúncias de corrupção em contratos que somam R$ 100 mil da prefeitura de Paranaíba.

Na última terça-feira, promotores de Justiça estiveram na cidade e apreenderam documentos, computadores e R$ 2 mil. O dinheiro estava na casa do tesoureiro do município. Seis pessoas foram levadas à sede do MPE para prestar depoimento.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions