A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019

06/08/2019 17:49

Tereza volta a ser exonerada para votar reforma da previdência

Ministra da Agricultura deixa o cargo de forma temporária, para votar a favor da reforma da previdência

Leonardo Rocha
Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, durante entrevista (Foto: (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)Ministra da Agricultura, Tereza Cristina, durante entrevista (Foto: (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina, voltou a ser exonerada do seu cargo, nesta terça-feira (06), para votar novamente a reforma da previdência, na Câmara Federal. O presidente Jair Bolsonaro (PSL) usou a mesma estratégia para os ministros Onyx Lorenzoni (Casa Civil) e Marcelo Álvaro Antônio (Turismo).

A estratégia já foi usada pelos presidentes anteriores, que exoneram os ministros que foram eleitos deputados federais na última eleição, para poderem votar a favor do Palácio do Planalto, em projetos importantes. Bolsonaro já tinha usado deste artifício na primeira votação da reforma (previdência), na Câmara dos Deputados.

Desta forma, Tereza Cristina se junta aos outros cinco deputados de Mato Grosso do Sul – Beto Pereira (PSDB), Rose Modesto (PSDB), Luiz Ovando (PSL), Fábio Trad (PSD) e Loester Carlos (PSL) – que estão a favor da reforma, nesta segunda votação. Os dois votos contra serão de Vander Loubet (PT) e Dagoberto Nogueira (PDT).

Quem deixa de participar da votação é a deputada (federal) Beatriz Cavassa (PSDB), que está como suplente da atual ministra. A exoneração de Tereza foi publicada hoje (06), no Diário Oficial da União.

Votação – Segundo o presidente da Câmara Federal, Rodrigo Maia (DEM-RJ), a votação do segundo turno da reforma começa nesta noite (06), no plenário da Casa de L eis e deve se encerrar na quarta-feira (07). A expectativa do parlamentar é que o resultado seja parecido com a primeira (votação), tendo o apoio de 379 dos 513 deputados.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions