A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

08/04/2008 18:15

Termina sem avanço reunião de André com policiais civis

Redação

Após 3h20 terminou sem avanço, na avaliação dos sindicalistas, a reunião ocorrida nesta tarde entre o governador André Puccinelli (PMDB) e representantes do Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul) sobre a proposta de reajuste à categoria. O presidente do Sindicato, Paulo Flávio Carvalho, disse ao Campo Grande News que Puccinelli insistiu no argumento de que o caixa do governo não permite dar um aumento maior que o oferecido, de 7,79%.

Diante disso, afirmou, está mantida a agenda de mobilização definida em assembléia na semana passada, que inclui indicativo de greve para a semana que vem. Na quinta-feira, os policiais vão fazer panfletagem nas principais cidades do Estado, explicando as reivindicações da categoria. Na sexta, prometem deflagrar operação-tartaruga.

O presidente do Sinpol explicou que em relação à possibilidade de greve na Polícia Civil, ela será avaliada depois da leitura, na semana passado, do segundo projeto que o governo deve enviar à Assembléia Legislativa sobre o reajuste dos servidores. Hoje, foi enviado o primeiro projeto, de revisão, prevendo aumento linear de 3%. A próxima proposta, para corrigir distorções, vai detalhar os reajustes por categorias, que deve chega a até 21%.

"Proposta vaga" - Segundo Paulo Flávio Carvalho, o governador prometeu corrigir, em sua administração, as distorções salariais que estão provocando queixas na categoria. Mas, na definição do policial, Puccinelli foi

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions