A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

29/04/2011 16:07

TJMS suspende quebra de sigilo bancário da Assembleia Legislativa

Ítalo Milhomem
 TJMS suspende quebra de sigilo bancário da Assembleia Legislativa

O desembargador Josué de Oliveira acatou o recurso da Assembleia Legislativa por meio da PGE (Procuradoria Geral do Estado) para suspender a liminar que quebrou o sigilo bancário das contas da Casa Legislativa, no último dia 15.

Pela decisão, o autor da ação, o militar aposentado José Magalhães Filho, da Ong Brasil Verdade, tem 10 dias par apresentar a defesa de seus argumentos para manutenção de liminar.

A quebra de sigilo até então deferida pelo juiz Amaury da Silva Kuklinski, da Vara de Direitos Difusos, Coletivos Homogêneos permitia o acesso as contas bancárias da Assembleia para sanar as dúvidas que pairam sobre as ações dos deputados estaduais após as denúncias de um suposto mensalão entre os Poderes do Estado, de modo que a população restaurasse a confiança no Poder Legislativo.

MPE - Na última segunda-feira (25), o MPE (Ministério Público Estadual) também acionou a Justiça para obter dados da movimentação financeira na Assembleia Legislativa desde 2008. O pedido foi representando na Vara de Direitos Difusos, Coletivos e Individuais Homogêneos.

O juiz substituto da vara de Direitos Difusos, Nélio Stábile, alegou incompetência de juízo para julgar ação, pois ela se trata de uma investigação criminal originária de declarações do ex-deputado Ary Rigo (PSDB), que citam o governador, deputados estaduais e desembargadores, que detém foro privilegiado e remeteu o processo para análise do TJMS (Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul).

O caso ainda não teve uma decisão, mas será analisado pelo presidente do tribunal, Luiz Carlos Santini.



O que eu descobri é que a Justiça é cega, más aprendeu ler em brailer, essa de dizer que ela é cega não vale mais, ela tem que ser cega e não ter as mãos. É uma vergonha.........
 
Arcoverde Barbosa Franco de Castro em 30/04/2011 10:49:04
Eu tenho vergonha do TJMS. E Voce também contribuite ????
 
Jader Maranhão em 30/04/2011 10:39:28
porque será que em Dourados foi tao rápido e fácil ,entraram lá e fizeram uma faxina ,e aqui nada acontece,sera que é porque aqui que estao os grandes.
 
Jonas Alves em 30/04/2011 10:28:16
Isso me faz lembrar o reflão de uma musica bem antiga que diz assim : "Se gritar pega ladrão não sobra um meu irmão"
 
Walter Barros em 30/04/2011 10:17:45
ACHO QUE SE NÃO TIVESSE ALGUMA FALCATRUA NÃO SERIA PRECISO PEDIR A QUEBRA DE SIGILO SE NÃO QUEREM MOSTRAR É PORQUE TEM MUITO PODRE POR TRÁS DE TUDO ALIÁS ELES ACHAM QUE NÓS SOMOS BURROS.TENHO CERTEZA QUE SE FOSSE UM JARDINEIRO DA VIDA NÃO TERIA O SIGILO QUEBRADO E SIM VIOLADO E O PIOR COM O CONSENTIMENTO DAQUELES QUE TEM QUE ZELAR PELA JUSTIÇA.E PARABÉNS A ESSE MAGISTRADO QUE DERRUBOU A LIMINAR ACHO QUE ELE NÃO QUER QUE A VERDADE VENHA Á TONA TENHO CERTEZA QUE SE FOSSE PRA TIRAR UM LADRÃO DE GALINHA DA CADEIA SERIA NEGADO É BRINCADEIRA VIU....
 
cicero lacerda em 30/04/2011 09:46:42
Depois querem que confiemos na justiça: de que maneira se um determina e outro suspende, e o que é pior s/ data definido, tá me cheirando pitizza.
 
Felipe Salinas em 30/04/2011 09:36:26
Tempos atrás o TJ/MS contrariando o juizo monocratico, entendeu que dois quilos de cocaina apreendida na cidade de Miranda, éra somente para o consumo de um filho do funcionario público federal. agóra vem me dizer que eles não podem negar uma liminar.
 
amilton almeida em 30/04/2011 08:06:09
O mais triste nessa história é que NENHUM deputado ficou do lado da transparencia. Todos querem manter segredo nenhuma coisa que deveria ser pública.
 
otavio Laurindo da Silva Neto em 30/04/2011 07:02:38
ATENÇAO POVO DE MATO GROSSO SUL ISSO NAO VAI DAR CERTO.SAO ELES
QUE MANTA SO ACABA EM NADA..............
 
ney rodrigues belmonte em 30/04/2011 06:44:38
É um poder blindando o outro. Alguém tem dúvida do rabo preso de uns com os outros? O TJMS tem medo de cobrar a AL, já pensou se fazem o mesmo no TJMS? Estão todos no mesmo barco, já pensou se afundar? Já pensaram se resolvem investigar o TJMS também, a vaca pode ir pro brejo. Infelizmente, o povo não é unido para fazer um revolução e tirar esses malandros do poder e colocarem na cadeia. Iria faltar presídio, mais ainda.
 
Marcus Paulo em 29/04/2011 08:53:32
Que novidade, ja estava escrito nas estrelas.
 
Leandro Goncalves em 29/04/2011 07:54:16
quem tem rabo de palha nâo fica perto do fogo rsrsrs
 
claudio guedes em 29/04/2011 07:27:19
É uma vergonha!!! a casa legislativa local que deveria dar exemplo, inclusive de transparência, se apresenta como uma casa de maus exemplos. Como se negam a dizer o que fazem do dinheiro público? será que estão acima de tudo? porque da lei isso é fato, se não o judiciário teria mantido a decisão inicial. É meus amigos estamos diante de uma falsa democrácia onde pessoas como estas mandam mais que qualquer Ditador.
 
robson souza. em 29/04/2011 06:42:23
Quém naõ deve não temo,porque então entraram c/recurso. Enquanto opovo não aprender a votar è isso q vamos ver. Cambade de sem vergomha.
 
Braulio Soares Aquino em 29/04/2011 06:23:52
ainda acha que isso vai acontecer só se for no dia de são nunca ,eles pregam transparência no bolso do contribuinte ,até quando vamos aguentar pra tudo se tem limite acorda pessoal vamos acabar com as ratazanas.
 
paulo roberto fernandes em 29/04/2011 05:35:07
É a velha história da maria,aquela prostituta,que atire a primeira pedra quem não tem rabo preso.A justiça em nosso estado é uma vergonha.A lei tem que ser regulamentada,precisa e transparente,com esta decisão o TJMS só mostra que tem algo haver com as denuncias apuradas na operação uragano,caso contrário manteria a primeira decisão e investigaria as contas dos demais poderes. São coisas que só acontecem em nosso estado.
 
nilson franco de oliveira em 29/04/2011 05:32:21
A história da quebra de sigilo da assembléia legislativa vai ser igualzinho quando a gente deixa uma rapadura em lugar úmido. Primeiro ela fica viscosa, depois mela e fica aguada e ninguém mais quer saber.
 
Otavio Laurindo da Silva Neto em 29/04/2011 04:47:15
Ai te coisa escondida na Assembleia Legislativa , vamos ficar de olho sul-mato-grossense.
Tem dinheiro publico indo pelo "ralo".
 
Luiz Carlos em 29/04/2011 04:45:02
Não falei que não ia dar em nada.rsrsrsrsrs.
 
jose carlos em 29/04/2011 04:41:25
Enquanto os interesses particulares sobreporem os de interesse público, estaremos indo e vindo nessa novela e disputa de poderes. A assembléia, digo, os deputados, deveriam se envergonhar de entrar com ação judicial para não mostrar as contas do dinheiro público.Tem muita coisa errada aí, do contrário por que esse medo? Transparência já!!!
 
Antonio Filipini em 29/04/2011 04:32:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions