A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

23/09/2014 19:37

TRE pune Reinaldo e tira 5 minutos de seu programa eleitoral

Ludyney Moura

O TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul) acatou o pedido feito pela coligação encabeçada pelo senador Delcídio do Amaral, candidato do PT ao Governo do Estado, contra seu adversário direto no pleito, deputado federal Reinaldo Azambuja (PSDB), e tirou dos tucanos cinco minutos de seu tempo de propaganda eleitoral gratuita.

A Justiça Eleitoral entendeu que os tucanos utilizaram “computação gráfica junto às montagens degradantes” contra o petista, durante a propaganda veiculada no último dia 9 de setembro. O tempo perdido pelo PSDB, equivale, segundo a denúncia, ao dobro do que foi utilizado para divulgar “mensagens que possam degradar ou ridicularizar candidato, partido ou coligação”.

A decisão, assinada pelo desembargador Divoncir Schreiner Maran, determina que a perda de tempo deve ser cumprida na próxima quinta-feira (25). “Ocupando-se o tempo de 1 minuto ou o de duas inserções de 30 segundos, em cada uma dessas cinco emissoras (Morena, SBT=MS, TV MS, Guanandi e TV Brasil Pantanal) nos segundo e/ou terceiro blocos de audiência, destinadas ao cargo de governador pela Coligação NOVO TEMPO (PSDB,DEM, PSD, SD, PPS e PMN)”.

O descumprimento por parte da coligação encabeçada por Reinaldo Azambuja, prevê aplicação de de multa no valor de R$ 15 mil. A Justiça Eleitoral determinou ainda que durante o tempo de penalidade, os tucanos não podem utilizar nenhuma outra publicidade, e devem apenas veicular uma mensagem determinada pelo próprio TRE.

Outro lado – Em contrapartida, a Justiça Eleitoral também proibiu os petistas de utilizarem os mesmos recursos “de computação gráfica, montagem e trucagem, mesmo sem ridicularização ou degradação”, à pedido da coligação tucana. A multa em um possível descumprimento é de R$ 25 mil diários.

Suplência - A Justiça também autorizou a troca do segundo suplente do candidato petista ao Senado, Ricardo Ayache. Com a renúncia de Joedi Barbosa, o novo nome que compõe a chapa é Paulo Rogério Rosa de Souza. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions