A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

05/07/2016 12:12

Vereador petista vai até novo loteamento e sai com carro apedrejado

Fernanda Mathias e Alberto Dias
Parece coisa plantada contra os vereadores, disse Alex, na Câmara (Foto: Arquivo/Câmara Municipal)"Parece coisa plantada contra os vereadores", disse Alex, na Câmara (Foto: Arquivo/Câmara Municipal)

O vereador Marcos Alex (PT) teve o carro, um veículo Gol prata, apedrejado na manhã desta terça-feira (05), durante visita ao loteamento Vespasiano Martins, onde foi realocada parte das famílias despejadas da favela Cidade de Deus.

“Isso parece coisa plantada contra vereadores e Câmara. Como se a Câmara tivesse dificultado ou impedido a construção de casas”, disse Alex, durante discurso na Tribuna da Câmara. Sem detalhar qual providência deve tomar, ele afirmou que pretende conversar com outros membros do partido para definir um posicionamento.

O carro, segundo ele, teve o para-brisa dianteiro quebrado. Alex disse que a ação não o intimida e não vai deixar de exercer papel de fiscalizar.

Segundo ele, a ideia da visita foi checar as condições em que as casas foram entregues e como serão os prazos de financiamento para os moradores. O presidente da Câmara Municipal, vereador João Rocha (PSDB), manifestou apoio "o parlamentar estava no exercício de sua função".

Durante a sessão, o vereador Eduardo Romero (Rede) mostrou em um telão casas com instalação hidráulica aparente, sem reboco e apontou que este não foi o combinado: “Não foi entregue nem em tempo recorde, nem finalizada”, declarou, apoiado pelos vereadores Paulo Siufi (PMDB) e Otávio Trad (PTB).

Realocadas – As 42 casas foram entregues na sexta-feira a parte das famílias realocadas. No dia 16 de junho, as famílias protestarem contra a Prefeitura diante das condições precárias em que aguardavam, sem estrutura básica, como banheiros para atender a todos.

Na ocasião, a secretária-adjunta de Planejamento e Controle, Maria do Amparo, acusou vereadores de inflamarem as famílias. “Os vereadores vieram inflamar as pessoas, mas foi a Câmara que retardou a votação da suplementação orçamentária para construção das casas, que já deveriam estar prontas”.

A remoção das famílias do Cidade de Deus ocorreu em março. Além das famílias realocadas no Vespasiano Martins, as 87 que estão no bairro Teruel e as 50 do Jardim Canguru receberão as chaves de suas casas somente dia 10 de setembro, se o cronograma da Prefeitura se concretizar. Já as 135 famílias que estão no Bom Retiro no dia 10 de outubro.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions