A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

23/04/2014 20:13

Vereadores prestam depoimento, mas não revelam crime investigado

Josemil Arruda
Otávio Trad disse que não poderia revelar conteúdo  do seu testemunho (Foto: arquivo)Otávio Trad disse que não poderia revelar conteúdo do seu testemunho (Foto: arquivo)

O promotor Marcos Alex Vera, que comanda investigações do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) que resultaram em apreensões na residência do prefeito Gilmar Olarte (PP), antecipou o depoimento dos três vereadores do PT do B, tendo ouvido na tarde de hoje os testemunhos de Otávio Trad, Eduardo Romero e Flavio Cesar. A princípio o depoimento aconteceria na sexta-feira (25).

“Era para sexta-feira, mas falamos com o promotor para adiar ou postergar, devido a problemas na minha agenda e do Eduardo Romero. Como promotor disse que postergar não seria ideal, em consenso resolvemos que iríamos adiantar para hoje nosso testemunho”, informou Otávio Trad.

O primeiro a prestar depoimento, às 15 horas, foi o próprio Otávio Trad, depois às 16 horas foi a vez de Eduardo Romero e uma hora depois, Flavio Cesar. Os depoimentos foram prestados na sede do Gaeco, no Parque dos Poderes.

“Foi tudo muito tranquilo, contribuímos da melhor maneira possível”, informou Otávio Trad, avisando, porém, que não tem poderia informar o conteúdo do seu testemunho, prestado sob sigilo. “Não posso dizer o mérito. Não quero atrapalhar as investigações”, afirmou o vereador do PT do B.

Indagado sobre o motivo de só a bancada do PT do B ter sido convocada pelo Gaeco para contribuir com as investigações, o vereador Otávio Trad respondeu: “Por enquanto, só nossa bancada. Não sei se terá outras notificações. Pode ser que seja por bancada”.

Os vereadores Flavio Cesar e Eduardo Romero foram procurados pelo Campo Grande News para falar sobre o assunto, mas não deram retorno às ligações.

Ex-assessor convocado pelo Gaeco nega relação com Ronan Feitosa
O ex-assessor Ismael Faustino, que até o mês passado trabalhava no gabinete do deputado estadual Rinaldo Modesto (PSDB), hoje suplente, admitiu que c...
Secretário de Governo de Olarte também é notificado pelo Gaeco
Dando sequência a investigação sigilosa que mantém em Campo Grande, o Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado) notificou ho...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions