A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

08/07/2009 15:20

Vice-prefeito está no Exército esperando habeas corpus

Redação

O vice-prefeito de Ponta Porã, Eduardo Campos (DEM), passou a noite no 11º Regimento do Exército e está aguardando a chegada do habeas corpus, concedido no início da tarde pelo desembargador Claudionor Abss Duarte.

Ele é acusado de participar da organização criminosa para fraudar licitações e desviar recursos públicos de prefeituras da região. Junto com o vice-prefeito, foram presas outras 40 pessoas, incluindo secretários municipais, vice-prefeitos e ex-funcionários públicos.

Ontem, após a prisão, ele foi encaminhado para Dourados, onde foi ouvido pelo delegado Bráulio Galoni. Em seguida, retornou a Ponta Porã, e dormiu na sede do Exército.

A Operação Owari, que significa ponto final em japonês, prendeu o empresário Sizuo Uemura, junto com cinco filhos, a esposa e um neto. Dono de "meia Dourados", ele é considerado o pivô da história, o principal beneficiado pelo esquema.

O mesmo desembargador do TJ concedeu nesta tarde habeas corpus aos vereadores Humberto Teixeira Júnior e Paulo Henrique Amos Ferreira, o Bambu (DEM), de Dourados E ao presidente da Câmara de Naviraí, José Odair Gallo (PDT).

Também ganharam liberdade os secretários municipais Darci Caldo (Governo), Sandro Barbara (Saúde), Carlos Ióris (Obras e Serviços Urbanos), o vice-prefeito Carlinhos Cantor (PR), a diretora-presidente do Imam (Instituto Municipal de Meio Ambiente), Irionetti Fátima Ferreira, e os assessores especiais Jorge Dauzacker e Márcia Fagundes.

O desembargador já havia concedido habeas corpus ao ex-secretário estadual de Saúde, João Paulo Barcelos Esteves, e ao presidente da Câmara Municipal, Sidlei Alves (DEM).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions