A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

20/03/2012 12:25

Zé Teixeira promete liberar Mandetta se o DEM apoiar Azambuja na Capital

Wendell Reis

Decisão sobre apoio do DEM em Campo Grande partirá da executiva nacional do partido

Zé Teixeira avalia que um apoio do DEM a Giroto não seria muito produtivo para o partido(Foto: João Garrigó)Zé Teixeira avalia que um apoio do DEM a Giroto não seria muito produtivo para o partido(Foto: João Garrigó)

O presidente estadual do DEM, deputado Zé Teixeira, afirmou que o seu partido ainda não definiu qual legenda vai apoiar nas eleições para a Prefeitura de Campo Grande em outubro de 2012. O deputado afirma que caberá ao diretório nacional a decisão sobre o apoio do partido na eleição.

Zé Teixeira promete seguir a decisão do diretório nacional. Entretanto, diz que vai liberar o presidente municipal do partido, Airton Saraiva, e o deputado federal Luiz Henrique Mandetta da obrigatoriedade de apoio ao PSDB, considerando a proximidade da dupla com o prefeito de Campo Grande, Nelson Trad Filho (PMDB). “Não vou colocar o Mandetta e o Saraiva em constrangimento”.

O presidente do DEM faz questão de dizer que seu partido é aliado do PMDB há 16 anos em Campo Grande e destaca a proximidade entre Mandetta e Nelson Trad, que são primos. Já ao comentar a “liberdade” dada aos dois colegas de partido, Zé Teixeira diz que na última eleição, o colega, Airton Saraiva, apoiou a candidatura de Paulo Corrêa (PR), excluindo o fato de ele ser candidato.

Zé Teixeira avalia que um apoio do DEM ao Giroto não seria muito produtivo para o partido, visto que seria mais um no grupo, e entende que os partidos precisam buscar o seu espaço, por acreditar que os que não buscam não se justificam. Ao comentar a aproximação nacional entre DEM e o PSDB, Zé Teixeira aproveita para elogiar o pré-candidato do PSDB, deputado federal Reinaldo Azambuja, descrevendo-o como extraordinário, experiente e com capacidade e competência.

Luiz Henrique Mandetta disputava com Paulo Siufi (PMDB) e Edson Giroto (PMDB) a preferência do grupo de Nelson Trad e do governador André Puccinelli (PMDB). No dia em que Giroto foi anunciado como o escolhido, Mandetta falou da proximidade com Trad, lembrando que entrou na política incentivado pelo prefeito.

“Hoje o Giroto vai encabeçar e trazer o compromisso de unir pessoas, ideias, bandeiras. O que é comum e não nomes... Meu sonho está adormecido. Um dia ainda poderei estar aqui. Vou fazer por merecer, trabalhando mais e falando menos. É o compromisso que tenho”, declarou a época.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions