A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

13/11/2009 11:49

Zeca do PT arrecada R$ 190 mil em jantar para eleições

Redação

Segundo cálculos do PT, em uma noite o partido conseguiu colocar em caixa R$ 190 mil em jantar promovido para capitalizar o partido.

A festa teve ar e discursos já de campanha, que virá em 2010 caso seja confirmado o nome de Zeca do PT para a disputa com o governador André Puccinelli (PMDB).

O palco do restaurante Yoted, em Campo Grande, virou palanque, com apoiadores do PDT, como João Leite Schimidt e o deputado federal Dagoberto Nogueira e o vereador Paulo Pedra.

O senador Delcídio do Amaral não apareceu, mas enviou uma carta justificando a ausência e reforçando o apoio ao petista.

Como foi padrinho de casamento em Fortaleza (CE), o senador relatou a Zeca que foi obrigado a faltar, mas escreveu ressaltou o seu "compromisso com a candidatura própria ao governo do Estado".

A carta foi lida pelo próprio Zeca, para as 380 pessoas que compraram a R$ 500,00 o convite de adesão, segundo números do PT. Na relação divulgada estão empresários, comerciantes, prefeitos e ex-prefeitos, vereadores e dirigentes do partido.

Marcus Garcia, que deve ser confirmado como presidente regional do PT nas eleições internas do dia 22 de novembro, representou oficialmente o Senador.

Também jantaram ao lado de Zeca membros de partidos que prometem integrar aliança do PT e ex-colaboradores durante o mandato no governo do Estado, como o ex-prefeito de Aquidauana Felipe Orro, o ex-deputado Federal Oscar Goldoni, o ex-secretário de Segurança Pública Franklin Masruha,

A noite também reuniu o presidente do PT, Amarildo Cruz, os deputados Federais Antonio Carlos Biffi, Dagoberto Nogueira, Vander Loubet, os estaduais, Pedro Kemp, Pedro Teruel, Paulo Duarte, o prefeito de Corumbá, Ruiter Cunha, e os vereadores Thais Helena e Cabo Almi.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions