A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

09/03/2009 11:48

Zeca quer chapa com Delcídio e Dagoberto para o Senado

Redação

Zeca do PT revelou, nesta segunda-feira, que planeja voltar ao governo do Estado encabeçando uma chapa com dois candidatos ao Senado: Delcídio do Amaral (PT-MS, candidato à reeleição) e o deputado federal Dagoberto Nogueira (PDT-MS).

Já o cargo de vice-governador seria usado para negociar com outros partidos. Para a vaga, o ex-governador acha que o ideal seria o nome de um empresário, provavelmente alguém do PR. O deputado federal Vander Loubet (PT-MS) também imagina um empresário na vaga de vice.

O pré-candidato Zeca tem mantido conversas com diversas lideranças partidárias para tentar formar uma coligação forte. "Já conversei com diversos partidos: PDT, PMN, PTB e PSB. Devo ainda ter uma conversa com PRB e com PSB", afirmou.

Enquanto isso, Zeca tem outras duas preocupações: o PED (as eleições internas do PT), do qual é candidato a presidente do diretório regional; e a relação com o senador Delcídio do Amaral (PT-MS).

Após intervenção do ex-ministro José Dirceu, a possibilidade que havia sido descartada de um acordo entre Zeca e Delcídio voltou a ser cogitada. Dirceu esteve em Campo Grande na sexta-feira passada para participar de agenda da corrente interna petista CNB (Construindo um Novo Brasil) e teve uma conversa com as duas principais lideranças do partido em Mato Grosso do Sul.

A eleição de 2010 pode reavivar as disputas históricas entre Zeca e o governador André Puccinelli, os maiores adversários políticos em Mato Grosso do Sul.

Questionado sobre a relação com o senador, em um primeiro momento Zeca falou que agora existia uma pequena chance de diálogo entre os dois. "Conseguimos restabelecer minimamente a possibilidade de poder conversar", afirmou.

Depois, já colocou essa possibilidade de acordo como uma quase realidade. "Não tem problema nenhum. A vinda do Zé Dirceu zera o mal entendido", disse.

Zeca argumenta que não tem problema com Delcídio porque os desejos dos dois em relação a 2010 não são conflitantes. O ex-governador quer voltar ao Parque dos Poderes e Delcídio pretende permanecer no Senado.

"Eu disse para o Lula (presidente Luiz Inácio Lula da Silva) e para o Berzoini (Ricardo Berzoini, presidente nacional do PT): 'não tem projeto conflitante. Eu não quero ser senador'", afirmou.

Apesar de mostrar disposição para um acordo, Zeca disse que não irá procurar o senador e que isso poderá ser feito por um interlocutor.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions