A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

21/01/2015 23:22

Zeca questiona decisão de Paulo Duarte e defende mudanças no PT

Daniel Machado
Para Zeca, a decisão do presidente do PT, Paulo Duarte, é digna de respeito. Porém, é unilateral e não foi discutida de forma ampla no partido (Foto: Divulgação)Para Zeca, a decisão do presidente do PT, Paulo Duarte, é digna de respeito. Porém, é unilateral e não foi discutida de forma ampla no partido (Foto: Divulgação)

No mesmo dia em que o prefeito de Corumbá, Paulo Duarte, comunicou à imprensa sua decisão de voltar atrás e continuar no comando do Partido dos Trabalhadores, afim de evitar um novo racha no partido, o deputado federal Zeca do PT, publicou nota questionando a decisão do seu correligionário.

De acordo com o deputado, Paulo Duarte poderá ficar sobrecarregado ao desempenhar as duas funções simultâneas (prefeito e presidente do PT) e prejudicar tanto o partido como o seu município.

“A decisão é pessoal e eu a respeito. Porém, ela é unilateral, não foi discutida de forma ampla no partido. A saída do Paulo somente foi cogitada diante de sua possível renúncia do cargo. Creio que tanto o partido quanto o Paulo podem ficar desgastados com essa decisão", avaliou Zeca, que acredita que o grande desafio de Duarte será agradar os filiados e os munícipes de Corumbá.

"Cuidar de uma cidade como Corumbá, com mais de 100 mil habitantes, a maior cidade administrada pelo PT no Estado e de um partido presente em 79 municípios é uma missão extremamente complexa e desgastante", comentou o deputado.

O ex-governador avalia que seria a hora de mudanças na direção do PT, como tem sido cobrado pelos militantes tanto em nível nacional quanto estadual. "Era a hora de o PT se recompor politicamente e programaticamente para pensar o seu futuro, pois o partido colocou em prática um projeto nos últimos dez anos que acabou, que era a eleição do Delcídio governador".

Em relação à nota apresenta pelo presidente do partido, citando que sua permanência era um pedido da direção nacional e da executiva estadual do PT, Zeca afirmou desconhecer tal solicitação.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions