A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 22 de Setembro de 2018

26/08/2017 14:32

Campo Grande não é exclusiva, mas a única que está de parabéns

Anahi Zurutuza
Capital de Mato Grosso do Sul inspira fotógrafos pela paisagem que mistura o concreto e o verde (Foto: Marcos Ermínio)Capital de Mato Grosso do Sul inspira fotógrafos pela paisagem que mistura o concreto e o verde (Foto: Marcos Ermínio)

Quem nasceu na capital de Mato Grosso do Sul, que completa 118 anos neste sábado (26), não tem exclusividade em dizer “sou campo-grandense” e fato é que pelo país, ao menos 1,2 milhão de brasileiros pode ter a frase “minha vida está em Campo Grande” na ponta da língua. Mas deste total, 70%, cerca de 860 mil pessoas amam e dão hoje parabéns à Cidade Morena.

No Brasil, há ao menos outras três Campo Grande’s. Todas têm o mesmo nome e mais do que isso em comum.

A maior e mais velha fica dentro da capital do Rio de Janeiro e não é uma cidade, mas um bairro onde vivem ao menos 320 mil cariocas, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), o maior e mais populoso do Rio.

Em 1870, quando o mineiro José Antônio Pereira ficou sabendo da existência de terras férteis pros lados de cá, não pensou duas vezes em adentrar o Cerrado para encontrar um pedaço neste Brasilsão para abrigar sua família.

Logo que tomou conta dos campos grandes de vacaria no entroncamento dos córregos Prosa e Segredo, que de completamente desabitados se transformaram em um povoado, Pereira chamou o que hoje é uma das melhores capitais para se viver de Arraial de Santo Antônio de Campo Grande.

Campo Grande do Rio de Janeiro também foi um povoado rural, formado pelas famílias atraídas pelas grandes áreas descampadas para o plantio de cana-de-açúcar e criação de gado há 409 anos.

E não é que a origem de Campo Grande, o município de 9,6 mil habitantes em Alagoas, também remonta os anos de 1.800? Por lá, pequenos agricultores e criadores de animais foram se aglomerando nas planícies com boas condições para o plantio e pastagem.

Aliás, a nossa Campo Grande tem outra irmã no Nordeste brasileiro. A Campo Grande do Piauí é a caçula. O distrito foi elevado à condição de município em 1994 e a cidade hoje é a casa de 5,8 mil pessoas.

O calor, não só o humano, também unem os campo-grandenses sul-mato-grossenses aos cariocas e nordestinos. Campo Grande é um dos bairros mais quentes do Rio de Janeiro.

Neste sábado, entretanto, no quesito temperatura, a nossa Campo Grande só será superada pela homônima do Piauí, onde os termômetros chegam a marcar 34°C. Na Capital, a máxima prevista é de 33°C.

Bairro Campo Grande, no Rio de Janeiro (Foto: Salageo)Bairro Campo Grande, no Rio de Janeiro (Foto: Salageo)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions