A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

19/03/2011 08:10

Chuva de sexta-feira causa estragos no Maria Aparecida Pedrossian

Jorge Almoas
Carro atolou no mar de lama criado pela chuva de ontem (Foto: Mirna Lins)Carro atolou no mar de lama criado pela chuva de ontem (Foto: Mirna Lins)

Basta que uma chuva mais forte caia sobre Campo Grande para que os problemas retornem à rotina de moradores e comerciantes. Na sexta-feira, uma forte pancada de chuva atingiu diversas regiões da cidade e

No bairro Maria Aparecida Pedrossian, a enxurrada criou um mar de lama, atrapalhou o trânsito e atolou veículos.

As ruas Cleriston de Andrade, Tibagi e Alzira Santana foram tomadas pela enxurrada que desce de bairros próximos, como Jardim Panorama e Noroeste.

“O problema é ocasionado pela construção do Residencial Oiti, que desviou o curso natural das águas pluviais.Antes, elas escoavam para as bacias dos córregos, agora invadem o bairro”, relata a moradora Mirna Lins.

Pelas fotografias enviadas por Mirna ao Campo Grande News é possível verificar o mar de lama criado pela chuva nas ruas do Maria Aparecida Pedrossian. Apesar do registro escuro, a leitora conseguiu flagrar um carro atolado no barro arrastado pela enxurrada.



Dia 28 de Fevereiro de 2011, na sede do PLANURB aconteceu à reunião com as lideranças que compões as diretorias dos CONSELHOS REIGIONAIS. Estive presente na qualidade de Secretario da direção do Conselho Regional do BANDEIRA além de 16 lideranças na reunião com o Prefeito Nelsinho. Todos apresentaram ao prefeito os problemas das sete REGIÕES da nossa cidade. Além de ouvir os problemas o Prefeito se comprometeu em desenvolver e anunciar algumas obras ainda para este ano para nossa REGIÃO DO BANDEIRA - no lado leste da cidade. Apresentamos a preocupação dos moradores e das lideranças com relação ao ASFALTO E DRENAGEM DO PANORAMA/VIVENDAS. O Prefeito INFORMOU ATRAVÉS DA SECRETARIA DE GOVERNO (RODRIGO) que a primeira etapa da obra está lenta devido a falta de repasse do convenio com o Governo Federal que deverá ser retomada a regularidade só em Abril/2011. Se isso acontecer a obra vai concluída no primeiro semestre deste ano/2011. No entanto, a obra por estar em ritmo vagaroso devido a contrapartida do PAC/Federal que não foi depositado, quem sofre são os moradores da região que enfrentam as enxurradas gastam com a água potável para limpeza das casa que recebem a cada chuva entulhos e muita areia e lama. Hoje (19/03) estive pela manhã olhando o resultado das chuvas de sexta feira. A Rua CLERISTON DE ANDRADE está uma lástima. Muita areia e lama seca, entulhos e os moradores estão desde cedo limpando suas casas. Teve moradores da Rua JOÃO FRANCISCO DAMASCENO que autorizou o vizinho de fundo a furar o muro para poder drenar água de chuva que já havia invadido a casa da Rua Cleriston de Andrade. Foi uma noite de terror para os moradores. Espero que as autoridades tomem providencias com uma certa urgência por que os moradores já estão com o "páviu curto" de tanta promessa e enrrolação.
 
Prof. Jânio Batista de Macedo em 19/03/2011 11:42:04
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions