ACOMPANHE-NOS    
MAIO, DOMINGO  22    CAMPO GRANDE 25º

Direto das Ruas

Em crise de pânico, mulher espera a 48 horas vaga em hospital

Por Lidiane Kober | 14/11/2013 13:33

Desde terça-feira (12), uma mulher de 33 anos, mãe de dois filhos, espera vaga em hospital de Campo Grande. Segundo o marido, Jaime Pereira de Carvalho, 37, ela tem bipolaridade e está em surto de crise de pânico.

“Ela acha que bandidos querem matá-la e não tem como deixá-la em casa, porque, desesperada, ela chega a atacar as crianças”, disse. “Tem horas, que ela vira criança”, acrescentou.

A crise, segundo o marido, começou na sexta-feira (8). “Levei ela ao posto do Bairro Nova Bahia, medicaram ela e a mandaram embora”, relatou. “Na terça, o estado se agravou e voltei ao posto e até hoje estamos aguardando uma vaga em algum hospital”, completou.

Na unidade de saúde, de acordo com Jaime, a mulher só tomou banho hoje. “Dei banho nela, porque o posto não tem equipe para fazer isso”, explicou.

Nos dois dias, o marido, que é autônomo, não conseguiu ir trabalhar. “Preciso ficar o tempo todo do lado dela”, afirmou. Jaime disse ainda que os profissionais do posto informaram que não há vagas para encaminhá-la a um hospital.

Nos siga no Google Notícias