A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

07/04/2014 18:11

Por falta de gás, crianças de escola integral passam o dia sem merenda

Zana Zaidan

Alunos da escola municipal Professora Ana Lúcia de Oliveira Batista, no bairro Paulo Coelho Machado, passaram o dia alimentados somente por bolachas de água e sal. Por funcionar em tempo integral, a falta de merenda pegou muitos pais de surpresa, que não contavam que os filhos fariam as atividades escolares sem almoço ou lanche, e gerou reclamações sobre a falta de informações da diretoria da escola.

“Uma das minhas filhas estava bem abatida, com fome, porque só bolacha de água e sal não sustenta ninguém, muito menos crianças que precisam se alimentar para estudar”, conta o cabeleireiro Eder Nogueira, 28 anos, que tem duas filhas, uma de 9 e outra de 6, que estudam na escola.

Ele afirma que a Direção da escola não comunicou pais ou responsáveis sobre o problema - a esposa só recebeu a informação porque a notícia se espalhou pelo bairro e, preocupada, foi buscar as filhas. “O mais grave é que eles vivem omitindo coisas como essa. Como pai, quero ter o direito de escolher se vou deixar minhas filhas expostas a essa situação, ou se não vou permitir que passem o dia com fome”, reclama.

Um grupo de pais chegou a cobrar explicações e um professor da escola justificou que a o gás não havia sido entregue a tempo pelo fornecedor.

“Nenhuma diretora ou coordenadora teve a preocupação de nos dar uma satisfação. Outra professora chegou a virar as costas para os pais. Foi só quando um professor resolveu conversar é que entendemos o que estava acontecendo”, finaliza.

Outro lado - A Prefeitura municipal, por outro lado, rebate a reclamação de que os alunos ficaram à base de bolachas. Por meio de nota, afirma que as crianças receberam “um lanche reforçado a base de frutas”.

A situação, diz a nota, foi gerada por um “problema no abastecimento” do gás de cozinha, o que impediu o preparo do almoço. “O problema foi gerado porque a empresa fornecedora atrasou a entrega do gás. A situação foi resolvida e, a partir de amanhã, o almoço será preparado e servido normalmente às crianças”, esclarece a prefeitura.

Vereadores voltam a denunciar falta de merenda e transporte irregular
Os veredores Elizeu Dionizio (PSL) e Carla Sthepanini (PMDB) voltaram a denunciar, nesta quinta-feira (3), que o problema de falta de merenda em Cein...
Prefeito volta a culpar fornecedor e diretor por falta de merenda em Ceinf
O prefeito de campo Grande, Alcides Bernal (PP), voltou a afirmar que não há desabastecimento de frutas e verduras nos Ceinfs (Centros de Educação In...


Culpa do Bernal!!!!! que coisa não!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
 
Zito Emerson da Silva em 07/04/2014 21:20:10
se fosse no tempo do Bernal, hein??? era Pau Nele....
e agora??? os vereadores deveriam levar o tal gás que atrazou....
palmas pra eles
 
alci olidio da silv em 07/04/2014 20:41:31
sou mae de duas alunas na minha casa hora do almoco crianca come arroz feijao carne e outros nao bolacha suco ou refoco de frutas sou vizinha do Eder fiquei sabendo que minhas filhas estava sem almoco por conta de uma vizinha cuja a filha estava passando mal de fome e foi chamada pra buscar sua filha umas tres horas da tarde fui com meu esposo desesperada pois saber que seu filho esta sem almoçar e outra criança passando mal cheguei la algumas mae estava ja buscando e outras crianças em sala e outras passando mal a diretora dizia que nao tinha como avisar a todos mas tinha quando deu 12 e o gaz nao chegou avisasse pelo telefone pois la tem três linhas e na secretaria tem três pessoas trabalhando e fora os coordenadores e o mais grave a pref falar que fruta e reforço substitui o almoço .
 
sandra fatima de oliveira em 07/04/2014 19:20:20
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions