ACOMPANHE-NOS    
MAIO, DOMINGO  24    CAMPO GRANDE 11º

Direto das Ruas

Professora recebe nota manchada e sugere só saque direto no caixa

Por Paulo Fernandes | 08/06/2011 21:24
Cédula de R$ 10,00 tem pequenas manchas; dinheiro foi recusado em farmácia (Foto: Larissa Sandim/Repórter News)
Cédula de R$ 10,00 tem pequenas manchas; dinheiro foi recusado em farmácia (Foto: Larissa Sandim/Repórter News)
Nota foi sacada em um caixa eletrônico (Foto: Larissa Sandim/Repórter News)
Nota foi sacada em um caixa eletrônico (Foto: Larissa Sandim/Repórter News)

Ao fazer um saque de R$ 100 em um caixa eletrônico, nesta quarta-feira, às 16h, em Campo Grande, a professora Ângela Sandim de Andrade não percebeu que entre as cédulas de R$ 50 e R$ 20, constava uma nota manchada, de R$ 10.

O saque foi feito em um caixa eletrônico na agência do HSBC na Rua 14 de julho.

Ângela só tomou conhecimento das pequenas manchas quando foi fazer um pagamento em uma farmácia e teve a nota recusada. A mancha rosa é característica do dispositivo antifurto implantado nos caixas eletrônicos, para o caso de arrombamento.

Pelo menos outras duas pessoas tiveram a mesma surpresa e constrangimento em Campo Grande ao sacar dinheiro em caixas eletrônicos.

“A dúvida no momento é se valerá a pena ter toda a dor de cabeça que advém ao colocar em prática os procedimentos cabíveis como registro de Boletim de Ocorrência e tentar reaver o valor sacado que não apresenta validade. Caso minha mãe faça tudo o que orientam, possivelmente gastará bem mais do que R$ 10, fora todo o transtorno na sua rotina”, afirma a filha Larissa Sandim.

Até o momento, Ângela apenas entrou em contato por telefone com o SAC (Serviço de Atendimento ao Cliente) do HSBC. O expediente bancário já estava encerrado.

“Estamos tão indignados com o ocorrido que a única solução que, infelizmente, vemos e recomendamos, para que ninguém continue passando por essa situação, é todos começarem a realizar saques somente na boca dos caixas, mesmo que as filas aumentem”.