A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

22/03/2013 18:37

Depois de supervalorização em 2012, milho deve ter queda

Nícholas Vasconcelos
Previsão é de que preços fiquem abaixo dos registrados em 2012. (Foto: Arquivo/ Campo Grande News)Previsão é de que preços fiquem abaixo dos registrados em 2012. (Foto: Arquivo/ Campo Grande News)

Depois da supervalorização no ano passado, o preço do milho deve ter queda em 2013. No ano passado, a saca do grão chegou a custar R$ 29 em Mato Grosso do Sul e neste ano já é encontrada por uma média de R$ 23,66. No mesmo período do ano passado a saca estava em R$ 25,50.

A explicação para a diminuição no preço pago ao produtor pela incerteza sobre a safra dos Estados Unidos e das condições de clima no Estado.

Em 2012, os Estados Unidos tiveram uma quebra de 100 milhões de toneladas, maior diminuição em 41 anos, causada pela seca. A analista de mercado Tânia Tozzi, avalia que este é o momento do produtor ficar atento às informações do consumo interno e externo.

“O momento é incerto para o produtor, mas se analisarmos friamente a tendência é de queda”, avalia.

A expectativa é de que a produção de milho seja boa este ano nos Estados Unidos, já que com um inverno mais rigoroso há a garantia de plantio melhor. “Nevou muito e o solo americano tem absorção hídrica muito grande”, comentou.

Tânia diz que é preciso acompanhar a situação para saber se haverá estiagem no hemisfério Norte e que o risco de geada em junho ameaça a produção sul-mato-grossense de milho safrinha.

De acordo com a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento), Mato Grosso do Sul colheu uma safra de 6,1 milhões de toneladas e a previsão é de este ano ela seja de 5,8 milhões, índice 4,3% menor que no ano passado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions