A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 23 de Outubro de 2017

15/12/2015 11:00

MS é o segundo no ranking de abate de gado, mas retração chega a 12%

Priscilla Peres
Mato Grosso do Sul abateu 789 mil cabeças de gado no 3° trimestre. (Foto: Gerson Walber)Mato Grosso do Sul abateu 789 mil cabeças de gado no 3° trimestre. (Foto: Gerson Walber)

Mato Grosso do Sul abateu 789 mil cabeças de gado no terceiro trimestre de 2015, o que representa queda de 12,9% em realação as 906 mil abatidas no mesmo período de 2014. Nos três meses houve redução no abate em 22 das 27 Unidades da Federação.

Apesar da queda de 116,65 mil cabeças, Mato Grosso do Sul se mantém em segundo no ranking dos estados que mais abateram no 3° trimestre, atrás apenas do vizinho Mato Grosso, que também teve retração no período.

Em relação ao peso das carcaças abatidas no terceiro trimestre no Estado, também houve queda de 11%, caindo de 223 mil em 2014 para 198 mil em 2015. De acordo com o IPCA/IBGE todos os cortes de carne bovina tiveram incremento de janeiro a setembro de 2015. Carnes de segunda subiram mais, acima da inflação.

Outros - Enquanto o abate de bois tem caído, o número de comercialização de frango cresceu no no terceiro trimestre de 2015. De acordo com a pesquisa divulgada hoje pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) o abate de frango atingiu recorde brasileiro no terceiro trimestre do ano.

A região Centro-Oeste representa 15% do abate nacional de frangos e Mato Grosso do Sul é o 8° no ranking com crescimento de 11,8%, passando de 39 milhões para 44 milhões, no 3° trimestre de 2015 comparado a 2014, porém as exportações cresceram só 1%.

No ranking dos estados que mais abateram suínos, Mato Grosso do Sul aparece em 8° com crescimento de 6,6% no terceiro trimestre de 2015 em relação a 2014. As regiões Sul e Sudeste lideram a lista.

As exportações estaduais cresceram 15,6% em 2015 em relação a 2014, somaram 3.916 milhões de kg, sendo que nesta comparação é o 6° do país.

A pesquisa do IBGE também mostrou a comercialização de couro cru bovino, onde MS aparece em terceiro, com redução de 4,7% na quantidade total de couro cru captado pelos curtumes. Já sobre a produção de de ovos de galinha, MS aparece em 13° no ranking de produção com crescimento de 8,6% de 2014 para 2015.




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions