A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

29/05/2008 10:52

OIE pede dados de vacina e controle bovino

Redação

Os questionamentos do comitê técnico da OIE (Organização Internacional de Epizootias) que impediram a retomada do status de área livre de febre aftosa por Mato Grosso do Sul se baseiam principalmente na vacinação e controle dos animais na faixa de fronteira.

A OIE quer saber basicamente se o Estado tem condições de agir rápido, caso ocorram novos focos de febre aftosa. O último registro foi em outubro de 2005. Esta manhã voltou para Campo Grande a comitiva do governo estadual que esteve na Europa, onde um dos compromissos foi participar da reunião anual da OIE, em Paris.

Ao desembarcar no Aeroporto Internacional de Campo Grande, a secretária de Produção, Tereza Cristina Corrêa da Costa, disse que o governo estadual vai preparar um relatório mais robusto que até o início de julho seguirá ao Ministério da Agricultura para que seja referendado e então submetido à OIE. A previsão mais otimista, afirma, é de retomar o status

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions