A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

28/04/2014 17:51

Provas de julgamento reúnem mais de 400 animais da Expogrande

Bruno Chaves
Cavalos, gados nelore e girolandos são julgados durante o evento (Foto: Via Livre)Cavalos, gados nelore e girolandos são julgados durante o evento (Foto: Via Livre)

Mais de 400 animais, entre cavalos, nelores e girolandos (raça leiteira), terão a qualidade genética julgada durante a Expogrande 2014, que teve início no dia 24 de abril e vai até 4 de maio. A participação nos julgamentos não vale prêmio em dinheiro, mas ajuda o criador a valorizar o rebanho, com o melhoramento da raça.

Cerca de 130 cavalos, 160 bovinos da raça nelore e 150 girolandos passarão pelo crivo de juízes e ganharão títulos, que indicarão se os criadores estão no caminho certo do trato com o animal no campo, conforme explicou Miguel Rudes, dono da MR, empresa que atua na organização dos julgamentos.

Conforme a Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul), os julgamentos tiveram início no último fim de semana, 26 e 27 de abril, com os cavalos crioulos e nelores. Com a participação de seis estados brasileiros, o Núcleo de Criadores de Cavalo Crioulo de Mato Grosso do Sul promoveu prova morfológica da raça.

Na categoria macho, o título de Grande Campeão foi para Nobre do Recanto Crioulo do criador e expositor Adelmo Hess, da Estância Três Coxilhas em Barra Velha (SC). A Grande Campeã foi Balaquera Tranqueador, do criador Guilherme Leão Stefani de Bagé (RS) e do expositor Daniel Hungaro Driessen, da Cabanha Norte Velho de Conselheiro Mairinck (PR). O animal consagrou-se ainda como exemplar da raça. Ao todo 127 animais participaram do julgamento.

Já o torneio de gados nelores contou com a participação de 19 expositores. Nesta edição, os três primeiros colocados foram Antônio Celso Chaves Gaiotto, seguido de José Pedro Budib e Cícero Antônio de Souza. A grande campeã da exposição foi do Budib, Belgica 1 Fiv CBN, seguida pela Tulisa Fiv, da RS I, de Roberto Bavaresco.

O título de grande campeão ficou com Ghyjary Fiv, da 3R, do expositor Gaiotto. No segundo lugar da categoria está Paxa, do JAL, do Budib. Já no campeonato de melhor matriz, o conjunto Andira da Ades conseguiu o lugar de destaque, seguida por Condessa TE Recreio. O prêmio de melhor reprodutor ficou com Basco da SM, do Budib, enquanto o Basco da SM, do expositor Gaiotto, foi o reservado campeão.

O julgamento da raça leiteira ocorrerá na próxima quinta-feira (1º). Realizado pelo Núcleo dos Criadores de Girolando de Mato Grosso do Sul, o torneio será o 12° julgamento da raça na Expogrande. Em 2013, foram mais de 60 animais inscritos avaliados em mais de 10 categorias.

“O objetivo dos julgamentos é identificar os indivíduos melhoradores. Os criadores trazem os animais, que são separados por idade, categorias, pesos e outros. O juiz analisa as características do animal, como beleza racional e outros itens e coloca a premiação, que serve para próprio produtor ver se trabalho fito na fazendo está dando certo”, explicou Miguel Rudes.

“Para o criador, o título é importante, já que ele pode saber se ele ta indo no caminho certo. Através do julgamento ele tem direção a seguir. O retorno dele vem por meio da venda da carga genética”, emendou explicando como o pecuarista obtém o retorno do investimento no animal.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions