A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

02/05/2016 06:30

Vacinação contra aftosa começa hoje nas regiões do Planalto e Pantanal

Caroline Maldonado
Cerca de 18,6 milhões de animais serão vacinados em maio (Foto: Divulgação/Famasul)Cerca de 18,6 milhões de animais serão vacinados em maio (Foto: Divulgação/Famasul)

Com calendário diferente para cada região do Estado, a vacinação de bovinos e bubalinos contra a febre aftosa deve imunizar cerca de 18,6 milhões de animais somente em maio, segundo a Famasul (Federação de Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul).

No Planalto, a vacinação começa hoje (2) e vai até o dia 1º de junho. No Pantanal, para os optantes da etapa maio, o período também inicia-se nesta segunda-feira e vai até o dia 16 de junho. Na região da Fronteira, os criadores começaram com a vacinação no dia 1º de abril e o prazo termina em 15 de maio.

As datas diferentes foram determinadas pela Iagro (Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal), com base em estudos epidemiológicos das diferentes regiões produtoras. A mudança na vacinação da aftosa para todo o rebanho do planalto, de novembro para maio, ocorreu em 2012. A alteração atendeu demanda dos produtores, por ser este o período mais adequado para reunir e vacinar o rebanho das propriedades, conforme o médico veterinário da Famasul, Horácio Tinoco.

"Maio é o período em que os produtores tradicionalmente aproveitam para realizar manejos sanitários, desmama, vermifugação, diagnóstico de gestação, entre outros procedimentos rotineiros e para isso já reúnem o rebanho no curral, sendo portanto a hora certa para realizar a vacinação contra aftosa", explica o veterinário.

Área Livre - Desde 2008, o Planalto e o Pantanal possuem status de área livre de febre aftosa com vacinação, de acordo com a OIE (Organização Internacional de Saúde Animal). Em 2011, a região de fronteira também obteve esta condição.

O reconhecimento do status é resultado do trabalho realizado pelos produtores e trabalhadores rurais e técnicos do setor , com a orientação da Iagro e do Mapa (Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento). A classificação da OIE abre portas para o mercado internacional, conforme os especialistas do setor.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions