A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 20 de Agosto de 2018

01/06/2017 14:00

Criado novo aplicativo para facilitar acesso da população a dados do SUS

Ferramenta lançada nesta quinta-feira tem o objetivo de aproximar cidadão das unidades de saúde e permite até que sejam feitas denúncias online.

Anahi Gurgel
Pacientes esperam por atendimento na UPA da Coronel Antonino. Novo aplicativo vai permitir que cidadãos façam denúncias de atendimentos não realizados. (Foto: André Bittar/ Arquivo)Pacientes esperam por atendimento na UPA da Coronel Antonino. Novo aplicativo vai permitir que cidadãos façam denúncias de atendimentos não realizados. (Foto: André Bittar/ Arquivo)

A população brasileira já pode contar com um novo canal de comunicação com o Ministério da Saúde. Lançado nesta quinta-feira (1º), o aplicativo e-SAÚDE vai oferecer, de forma online, informações em saúde de uso pessoal e restrito a cada cidadão brasileiro.

O programa foi criado pelo Datasus (Departamento de Informática do SUS) e tem como finalidade facilitar o acesso a dados como cartão nacional de saúde, lista de medicamentos retirados nas unidades de saúde, acompanhamento do cartão de vacinação e lista de exames realizados.

A nova ferramenta pretende aproximar o contato entre os pacientes e as unidades de saúde distribuídas em todo o país, como farmácia popular, postos de saúde, serviços de urgência, academia da saúde, hospital, maternidade, centro de atenção psicossocial, maternidade e centro de especialidade.

Basta o cidadão acessar as informações de onde ele se encontrar, por meio de tablets e smartphones, que o aplicativo vai apontar o melhor local para o atendimento. O e-SAÚDE estará disponível nos próximos dias nos principais sistemas operacionais do mercado, como Apple iOS e Google Android.

O aplivativo também permite que as pessoas façam denúncias online, como queixas ou atendimentos nãpo realizados.

Para o funcionamento do aplicativo e-Saúde, o Ministério da Saúde está interligando os sistemas de informação do SUS que já estão em funcionamento. A ferramenta já conta com informações do Hórus, Hemovida, Cartão SUS, CNES, e-sus AB, Ouvidoria e o Sistema DE Informação do Programa Nacional de Imunização (SIPNI).

“Precisamos usar a tecnologia para integrar os dados da saúde, promover a correta aplicação dos recursos públicos, aprimorar o planejamento das ações e, principalmente, ampliar o acesso e a qualidade da assistência prestada à população, tornando o atendimento mais eficiente”, destacou o ministro Ricardo Barros.

Reconhecimento – Antes mesmo de ser lançado, o e-SAÚDE já havia conquistado, na semana passada, o Prêmio Case de Sucesso Portal IT4CIO, em Florianópolis (SC), que visa dar visibilidade à implantação de soluções e estimular o compartilhamento de experiências entre os profissionais de Tecnologia da Informação (TI) de todo o país.

Ministério da Saúde lança nova campanha contra aids, por videoconferência
O Ministério da Saúde anunciará nesta quarta-feira, 24, às 9 horas (MS), a sua nova estratégia para combater o vírus da Aids. O ministro Ricardo Barr...
Lei de Proteção de Dados trará impactos a pessoas, empresas e governos
A Lei Geral de Proteção de Dados (13.709) foi sancionada nesta semana pelo presidente Michel Temer. A norma traz regras sobre a coleta e o tratamento...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions