A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018

16/03/2018 17:05

Estudantes de Dourados representam MS em torneio nacional de robótica

Osvaldo Júnior
Alunos de MS durante o torneio nacional de robótica (Foto: Divulgação)Alunos de MS durante o torneio nacional de robótica (Foto: Divulgação)

Uma máquina de lavar que reaproveita a água para irrigação. É com esse projeto que uma equipe de estudantes da Escola do Sesi de Dourados participa de competição nacional de robótica, iniciada nesta sexta-feira (dia 16) e que encerra no domingo (18). O evento é realizado em Curitiba, no camcampus da Indústria da FIEP (Federação das Indústrias do Paraná. O torneio é iniciativa da FLL (First Lego League).

O robô sul-mato-grossense tem o sugestivo nome de "Lavadim". Os alunos também foram criativos no nome que deram para sua equipe: "Megamentes". A técnica da equipe e pedagoga da Escola do Sesi de Dourados, Olívia Maria de Freitas França, explica que os alunos seguiram o tema proposto pela FLL para esta edição do torneio – “Hydro Dinamics: O que poderia se tornar possível quando compreendemos o que acontece com a nossa água?” – para desenvolver o Lavadim.

Categorias – Na categoria “design do robô”, o time construiu o chamado “Megadom”, que também começará a passar pela avaliação do júri. “Trata-se de um robô mais robusto e que promete dobrar a pontuação da equipe em relação à fase regional da competição”, afirmou a técnica da equipe, Olívia Maria de Freitas França, sobre a etapa realizada em Goiânia (GO), em novembro do ano passado, quando a Escola do Sesi de Dourados bateu outras 36 instituições competidoras e garantiu a classificação para o nacional.

“Com base na nossa experiência da etapa regional e pesquisas, conseguimos reavaliar os quesitos que não conseguimos pontuar e aprimoramos nosso trabalho, pensando na estratégia das missões e da mesa. Nosso sistema permite que o robô fique mais fixo à mesa e realize mais movimentos ao mesmo tempo, pensando também no tempo de prova”, explicou o estudante Kaio Otthon, que integra a equipe.

Outro quesito analisado pelos jurados nesta sexta-feira será o “core values”, no qual os estudantes precisam mostrar que sabem trabalhar em equipe e que todos os integrantes do time tiveram participação efetiva nos projetos levados ao torneio. No quarto quesito, o “desafio do robô”, os times devem usar os robôs construídos por eles para cumprir determinadas missões. Nesta sexta e sábado, as equipes poderão realizar treinos de mesa para a competição oficial, que será domingo.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions