A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 22 de Novembro de 2017

14/07/2015 13:45

Oito passageiros devem ser levados ao hospital e estavam sem cinto, segundo PRF

Edivaldo Bitencourt, Michel Faustino e Adriano Fernandes

Das 26 pessoas feridas na colisão entre uma carreta e ônibus na BR-163, a 25 quilômetros de Campo Grande, oito devem ser transportados para uma unidade de saúde. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) suspeita que os feridos não estavam usando o cinto de segurança.

Conforme a polícia, o ônibus fazia o itinerário entre a Capital e Bandeirantes. O coletivo bateu na traseira da carreta. Pelo menos 26 pessoas tiveram lesões. Não houve mortes. A PRF vai fiscalizar a utilização do cinto de segurança.

Segundo o coordenador do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), Eduardo Cury, só oito pessoas devem ser transportadas pelas ambulâncias. Dez viaturas de socorro do Samu, do Corpo de Bombeiros e da CCR MS Via foram enviadas ao local da tragédia.

Cury contou que só três pessoas tiveram ferimentos mais graves e inspiram cuidado. Os feridos devem ser transportados para a Santa Casa e para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Bairro Coronel Antonino.

As causas da colisão ainda não foram informadas, mas o acidente ocorreu perto de outro acidente, que envolveu uma carreta carregada com 60 mil litros de óleo diesel na manhã de hoje.

Colisão de ônibus com carreta fere 26 e mobiliza 10 ambulâncias na BR-163
A colisão entre uma carreta e ônibus fez 26 vítimas no início da tarde desta terça-feira (14) na BR-163 perto de Jaraguari, a 44 quilômetros de Campo...
Corpo de morador de rua morto atropelado ainda está no Imol
O corpo do abrigado do Cetremi (Centro de Triagem e Encaminhamento do Migrante), Dorival Soares Lopes, 41  anos, morto atropelado na noite do último ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions