A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

29/12/2017 16:09

Prefeitura não tem prazo para retomada de licitação dos radares

Aline dos Santos
Radares foram desativados desde dezembro do ano passado. (Foto: André Bittar)Radares foram desativados desde dezembro do ano passado. (Foto: André Bittar)

A prefeitura de Campo Grande não tem prazo para retomada da licitação dos radares. Os esquipamentos foram desativados há um ano e arrecadação prevista com as multas caiu 64%. O edital para contratar empresa que vai gerenciar os dispositivos chegou a ser lançado em outubro, mas foi suspenso no mês passado.

“Em virtude das inúmeras impugnações interpostas pelas empresas interessadas, o certame foi suspenso para análise e respostas, sem prazo determinado para sua reabertura”, informa a assessoria de imprensa da prefeitura.

Ao ser aberta, a licitação previa que a vencedora fará a gestão dos radares fixos, lombadas, aparelho mistos (o “olho vivo” dos semáforos) e radar estático portátil (o radar móvel) por dois anos.

De acordo com o Portal da Transparência, a previsão da Agetran (Agência de Transporte e Trânsito) em 2017 era receita de R$ 31,9 milhões com multas e juros de mora. Mas o arrecadado foi de R$ 11,6 milhões.

Os 66 radares fixos e lombadas foram desativados desde dezembro do ano passado, quando venceu o contrato com a Perkons. Já o “olho vivo”nos semáforos deixou de funcionar em abril de 2016.

O dispositivo fiscaliza avanço de sinal vermelho, parada sobre a faixa de pedestre e velocidade. Atualmente, a Agetran usa radares móveis para fiscalizar excesso de velocidade nas avenidas.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions