A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

23/06/2018 09:31

Região de bar polêmico recebe nova operação, desta vez com helicóptero

Ponto é campeão de reclamações, por parte de moradores, mas desta vez ninguém foi preso

Danielle Valentim
Policiais montaram quatro pontos de bloqueio nas imediações das ruas Montese e Joaquim Manoel de Souza. (Foto: PM/Divulgação)Policiais montaram quatro pontos de bloqueio nas imediações das ruas Montese e Joaquim Manoel de Souza. (Foto: PM/Divulgação)

A Polícia Militar realizou na noite de sexta-feira (22), em Campo Grande, a Operação Bairro Tranquilo I, no entorno da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul). Um dos principais alvos foi a conveniência Escobar, ponto polêmico e campeão de reclamações por parte de moradores. Desta vez, a megablitz contou com nove viaturas e até um helicóptero.

O tenente-coronel Anderson Avelar, comandante da 6ª Companhia Independente (CIPM), afirmou que a ação foi motivada por denúncia de moradores. Segundo ele, as abordagens foram tranquilas e se basearam, praticamente, nos problemas no trânsito causados por aglomerações.

De acordo com o capitão Felipe dos Santos Joseph, responsável pela operação, foram abordados 230 pessoas, 82 carros e 27 motos. Sete condutores foram multados por trafegar na contramão e estacionar em local inadequado.

Além do helicóptero, também participaram quatro viaturas e quatro motos da PM, incluindo o Batalhão de Trânsito, Polícia Militar Ambiental e outras unidades de área. Os policiais montaram quatro pontos de bloqueio.

A ação, que contou com helicóptero da Coordenadoria-Geral de Policiamento Aéreo (CGPA), foi desencadeada a partir de reclamações de moradores que apontavam série de delitos. Apesar da reclamação de tumulto e som alto, os policiais não localizaram nenhum veículo com aparelho de som.

Veja a movimentação da região, na noite de ontem:



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions