ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SEGUNDA  28    CAMPO GRANDE 28º

Lugares por Onde Ando

Está com medo de viajar? Veja como ser turista na própria cidade

Por Paulo Nonato de Souza | 15/09/2020 08:07
 Entre os atrativos de Campo Grande está o Monumento Maria Fumaça,  inaugurado em 2018, com 5 metros de altura, 20 de comprimento e cerca de 20 toneladas (Foto: Divulgação)
 Entre os atrativos de Campo Grande está o Monumento Maria Fumaça,  inaugurado em 2018, com 5 metros de altura, 20 de comprimento e cerca de 20 toneladas (Foto: Divulgação)

Já tem muita gente viajando em busca de diversão depois de seis meses de isolamento por conta da pandemia do coronavírus, mas como ainda estão valendo as recomendações das autoridades de saúde para que se evite viagens, listamos algumas dicas de passeios para que você se sinta um turista em sua própria cidade nas férias de final de ano.

Quem nunca se surpreendeu com o conhecimento de um turista de outro estado e até de outro país sobre atrativos turísticos e culturais que desconhecemos em nossa própria cidade? Pois esse é o momento de virar esse jogo.

Com todos os cuidados sanitários que precisamos ter em deslocamentos, hospedagem e alimentação, mais os gastos inevitáveis de uma viagem, talvez a melhor decisão seja viver experiências que a rotina do dia a dia não permitiram que vivesse ao longo do ano mesmo que em lugares por onde passa diariamente a caminho do trabalho ou de outros afazeres.

É aí que entra o Staycation, um conceito de turismo que surgiu nos Estados Unidos durante a crise financeira de 2007-2010, quando os americanos perderam poder aquisitivo e tiveram que optar por tirar férias no próprio país. Pois bem, a modalidade está mais do que na moda em 2020 com a pandemia do coronavírus, ou seja, se você está com medo de viajar, se prefere esperar pela vacina, então a sugestão é fazer uma programação de férias que pessoas de fora normalmente fazem em sua cidade.

O Staycation, a soma de stay (ficar) e vacation (férias), é uma espécie de day use, modalidade já popularizada no Brasil, que significa “uso do dia” na tradução literal do inglês para o português, bastante utilizada especialmente pelos hotéis para quem precisa se hospedar por algumas horas na cidade, opção mais comum em escalas de voos.

Se for a sua opção, apesar da tentação de sair da sua cidade na virada de 2020 para 2021, de cara você estará economizando o dinheiro do combustível do carro, da passagem aérea ou terrestre. Com a economia talvez até consiga encaixar uma hospedagem em família no hotel que sempre passa em frente e nunca sequer se imaginou nele hospedado.

É só mais uma sugestão, porque você nem precisa se hospedar em hotel nenhum. Sua programação pode ser, por exemplo, um passeio bate-volta naquela cachoeira ou naquele parque público que nunca imaginou visitar, tipo um por dia ou a cada final de semana. Veja abaixo quatro dicas que podem ajudar você a ser turista em sua própria cidade #fiqueemcasa:

1 – O primeiro passo é não ter vergonha de ser turista na cidade onde mora. Por exemplo, quando você vai a um parque próximo da sua casa e começa a tirar fotos, sempre vai ter alguém para chama-lo de “turista” em sentido jocoso. Só você não ligar.

2 – Pesquise no Google e tire informações com pessoas que conhece sobre algumas alternativas e monte a sua programação para o seu período de férias.

3 – Busque sugestões com amigos ou nas redes sociais sobre lugares históricos, restaurantes e bares. Se não quiser revelar suas intenções aos amigos, pergunte a eles para onde levariam ou costumam levar quem vem de fora.

4 – Aproveite tudo como se fosse a primeira vez, ainda que seja um lugar por onde passa em frente diariamente. Não tenha receio de conhecer e entender mais sobre a sua cidade. Normalmente a gente se surpreende com alguma novidade e até não se perdoa por nunca ter visto aquilo antes.

Regras de comentário