ACOMPANHE-NOS    
NOVEMBRO, TERÇA  24    CAMPO GRANDE 33º

Lugares por Onde Ando

Lugares para ir perto de Campo Grande e aproveitar o feriadão

Por Paulo Nonato de Souza | 31/10/2020 08:32
O Buraco das Araras, em Jardim, é uma das opções para um passeio rápido no feriadão do Dia de Finados (Foto: Divulgação)
O Buraco das Araras, em Jardim, é uma das opções para um passeio rápido no feriadão do Dia de Finados (Foto: Divulgação)

Chegou o mês de novembro! Final de semana de feriadão do Dia de Finados, celebrado na próxima segunda-feira, 2/11, clima de quase verão, que vai começar no dia 21 de dezembro, e preços ainda fora da alta temporada. Tudo isso é bem convidativo para quem pretende fazer uma viagem rápida nem que seja apenas para sentir a sensação de retorno à vida normal.

Se você já se sente seguro para viajar, então corre porque o momento é interessante para aproveitar os preços mais em conta em relação a alta temporada que começa em dezembro, e o feriadão do Dia de Finados começa neste sábado, 31/10, e vai até segunda-feira.

Apenas leve em conta que o momento sugere destinos ao ar livre e sem aglomerações, como tomar banho de cachoeiras, cavalgar ou andar de bike. Veja abaixo a nossa lista de dicas com destinos próximos de Campo Grande:

1 - Rio Negro 

São 154 km desde Campo Grande. O município tem sido um dos destinos mais procurados de Mato Grosso do Sul, inclusive com denúncias de aglomerações nos feriados recentes, mas vale a pena programar um passeio na Estância Arco Iris, um lugar repleto de atrativos.

Chegando em Rio Negro, o acesso até a Estância Arco Iris tem 15 km de estrada de terra. O lugar é chamado de Vale do Alcantilado por conta de um cânion (paisagem de ribanceiras e desfiladeiros) que tem o mesmo nome.

Tem sítios arqueológicos, cachoeiras com mais de 60 metros de altura e trilhas, piscina natural, cachoeira e duas cavernas, a Toca do Índio I e a Toca do Índio II. Enfim, você terá atividades perfeitas para o lazer de fim de semana. Contato pelo telefone (67) 99893-1583.

2 – BODOQUENA:

São 271 km de Campo Grande. O município dá nome ao Parque Nacional da Serra da Bodoquena, uma unidade de conservação administrada pelo Instituto Chico Mendes com uma imensa diversidade de aves e mamíferos. Isso já justifica o passeio, mas tem muito mais.

Bodoquena é um destino de ecoturismo com  grande quantidade de cachoeiras abertas à visitação. Na trilha ecológica da Boca da Onça, em meio a 4 km de mata, você tem a chance não apenas de contemplar as belezas da natureza do lugar, mas até mergulhar em piscinas naturais de água transparente e ainda tomar banho debaixo de algumas cachoeiras, nem todas permitem banho.

3 – AQUIDAUANA:

Para quem segue na rodovia BR-262 a partir de Campo Grande, são 140 km até Aquidauana e não demora muito para começar a contemplar a maior planície alagada do mundo com 250 mil quilômetros quadrados de extensão. Afinal, Aquidauana é a porta de entrada para o Pantanal.

O cartão de visita é o Pantanal, mas há uma grande variedade de atrações turísticas, como as belezas naturais da Serra de Maracaju, um conjunto de montanhas que divide o Estado de Mato Grosso do Sul, os campos de cerrado, cachoeiras, cavernas e até praias de areia branca às margens do Rio Aquidauana.

4 – MIRANDA:

Rondando 74 km depois de Aquidauana, na rodovia BR-262, você chega em Miranda. São 207 km desde a capital até chegar em Miranda, um dos municípios mais antigos de Mato Grosso do Sul. Fundado em 1778, é conhecido como Portal do Pantanal por ter parte da sua área urbana inserida em território pantaneiro.

Miranda tem no turismo rural uma de suas principais referências econômicas. No município há uma abundância de fazendas turísticas como opções na hora de fazer a sua escolha, como a Fazenda San Francisco e a Fazenda Caiman, por exemplo, e todas abertas para visitação o ano inteiro.

5 – JARDIM E BONITO:

São dois dos principais destinos de ecoturismo de Mato Grosso do Sul que estão na mesma direção. A partir de Campo Grande o caminho de acesso aos dois municípios é o mesmo, ou seja, pela BR-060. São 237 km até Jardim e mais 70 km para chegar em Bonito.

Tão próximos que muitos turistas confundem os locais de passeios de Jardim como se fossem de Bonito. Por exemplo, é comum postagens nas mídias sociais localizando a Lagoa Misteriosa e o Buraco das Araras em Bonito, quando de fato são atrativos de Jardim.

O Buraco das Araras é um gigantesco buraco de 100 metros de profundidade, 160 de diâmetro e 500 de circunferência, localizado na Fazenda Alegria, distante 28 km de Jardim e a 54 km de Bonito.

É um refúgio de vida silvestre criado pela própria natureza, onde as aves são protagonistas, o centro das atenções de turistas brasileiros e de várias partes do mundo que o ano inteiro vão até lá por alguns momentos de contemplação da beleza do espetáculo que elas proporcionam. Contato pelo telefone (67) 99995-2586.

Já a Lagoa Misteriosa com seus 30 metros de largura e 60 de cumprimento, está localizada a 36 km em relação ao centro de Jardim. Seu mistério se resume na profundidade desconhecida.

De todas as tentativas de se chegar ao fundo, a marca mais profunda foi registrada em 1998 pelo mergulhador Gilberto Menezes de Oliveira, que atingiu a profundeza de 220 metros sem conseguir o objetivo.

6 – Parque das Nações Indígenas:

Mas, se depois de todas essas dicas você ainda se mantém firme na sua decisão de não viajar neste feriadão nem mesmo para um destino próximo, Campo Grande oferece seus parques públicos para aproveitar bem os três dias – hoje, amanhã e segunda-feira - sem ter que por a mão no bolso.

O principal deles é o Parque das Nações Indígenas, de 119 hectares, que voltou às atividades neste mês de outubro depois de sete meses de paralisação por conta da pandemia. Ainda não é permitido usar as quadras poliesportivas nem a arena de skate e patins, mas a caminhada ou o passeio na bike na ciclovia estão garantidos.

Fica nos Altos da Avenida Afonso Pena, s/n, com entradas também pela Rua Antônio Maria Coelho. Abre de domingo a domingo das 6h às 21h. O telefone é o (67) 3326-2254.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário