ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
MAIO, QUINTA  23    CAMPO GRANDE 25º

Lugares por Onde Ando

Maior trilha aquática do Brasil é dica para o feriadão de maio

Rota pelos rios Paraná e Paranapanema cruza 6 municípios sul-mato-grossenses, 3 paulistas e 9 paranaenses

Por Paulo Nonato de Souza | 16/04/2024 08:51
Se você curte turismo de aventura, então a Rota dos Pioneiros pode ser uma boa dica para o feriadão de Corpus Christi (Foto: Reprodução)
Se você curte turismo de aventura, então a Rota dos Pioneiros pode ser uma boa dica para o feriadão de Corpus Christi (Foto: Reprodução)

Rota dos Pioneiros, um novo jeito de observar a natureza pela maior trilha aquática do Brasil. Desde Rosana, São Paulo, passando por Marilena, São Pedro do Paraná, Querência do Norte e Icaraíma, no Paraná, até Taquarussu, Jateí, Naviraí, Itaquiraí, Eldorado e Mundo Novo, no Mato Grosso do Sul, alta dose de adrenalina e muitas descobertas por quase 400 km de caiaque pelos rios Paranapanema e Paraná.

Com exatos 388,8 km de extensão, a trilha esteve na lista dos melhores passeios ao ar livre nas férias da virada de 2022/2023. Se você curte turismo de aventura, então a Rota dos Pioneiros pode ser uma boa dica para o feriadão de Corpus Christi, dia 30 de maio, uma quinta-feira. A cada ano o passeio se consolida como um dos principais atrativos de natureza do Brasil, segundo o gestor da Rota dos Pioneiros, Erick Xavier. “Assim como outras trilhas aquáticas, a rota cumpre o papel de contar a história do país”, ressaltou ele em nota  no site do Ministério do Turismo.

A viagem tem início ou fim em qualquer um dos pontos que servem de apoio, alguns deles, equipados com água potável, alimentação e até hospedagem em campings locais, informa o site da Rede Trilhas. Mas, se você vai fazer a trilha a partir de Mato Grosso do Sul, são cinco pontos de partida e de chegada: Parque Estadual Várzeas do Rio Ivinhema, em Ivinhema, Praia da Amizade e Porto Santo Antônio, em Itaquiraí, Porto Caiuá, em Naviraí, e Porto Morumbi, em Eldorado. Recomenda-se pesquisar e buscar informações antes de fechar seu planejamento.

O trecho que corta Mato Grosso do Sul e integra as regiões turísticas do Vale das Águas e Cone Sul também oferece o aviturismo (turismo de observação de aves em seu ambiente natural). Em território sul-mato-grossense, um dos trechos da trilha que mais chama a atenção dos aventureiros tem 43 km e liga a Praia da Amizade em Itaquiraí, ao Porto Morumbi, em Eldorado.

Área de acampamento no Parque Estadual Várzeas do Rio Ivinhema, em Ivinhema, no lado sul-mato-grossense (Foto: Reprodução)
Área de acampamento no Parque Estadual Várzeas do Rio Ivinhema, em Ivinhema, no lado sul-mato-grossense (Foto: Reprodução)

ALERTAS IMPORTANTES – Se for fazer a trilha sozinho ou em família, uma decisão importante é a contratação de um guia experiente, outra opção é se inscrever em alguma expedição, porque neste caso são grandes grupos de aventureiros normalmente bem organizados e equipados. Para sua segurança, a orientação é não navegar sozinho.

É fundamental ficar atento na leitura do céu, se ensolarado ou nublado, conferir sempre a previsão do tempo e evitar travessias em dias de baixa visibilidade. Quanto a orientação de navegação, use GPS ou carta náutica da AHRANA (Administração Hidroviária do Paraná).

No seu caiaque é imprescindível levar colete salva-vidas, apito de emergência, faca, dois remos (sempre bom ter um de reserva), água mineral, lanches, filtro solar, óculos de sol, luvas, boné ou chapéu e itens de primeiros socorros: gazes, faixas, algodão, esparadrapo, atissépico, analgésicos, antigripais, spray higienizante e remédios do seu uso pessoal. Para os pernoites em campings ao longo da trilha, leve barraca, saco de dormir, isolante térmico, lanterna, bateria externa para equipamentos eletrônicos, produtos de higiene pessoal, utensílios de cozinha, sabão e esponja.

Nos siga no Google Notícias