A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 21 de Outubro de 2019


22/04/2019 12:50

Para evitar taxa extra no aeroporto, mulher se veste com 4 kg de roupas

Estratégia será mais familiar aos brasileiros a partir de maio, quando aéreas vão exigir despacho de bagagem de mão acima do padrão

Paulo Nonato de Souza
No aeroporto, Natalie Wynn deu o seu “jeitinho” vestindo 4 kg de roupas (Foto: The Irish Sun/Reprodução))No aeroporto, Natalie Wynn deu o seu “jeitinho” vestindo 4 kg de roupas (Foto: The Irish Sun/Reprodução))

O “jeitinho” bem que poderia ser de brasileiro, mas foi uma inglesa, a administradora Natalie Wynn, de 30 anos, que se vestiu com dois sapatos, dois shorts, sete vestidos, uma saia e um casaco para escapar da taxa de 75 libras (R$ 381) pelo excesso de peso da sua bagagem de mão no embarque em Manchester, na Inglaterra, para Fuerteventura, nas Ilhas Canárias, Espanha.

A estratégia inusitada foi revelada pelo jornal inglês The Irish Sun. Diz que no início deste mês Natalie Wynn foi impedida de embarcar no voo da Thomas Cook Airlines quando um funcionário de segurança constatou que sua mala de mão pesava 9,4 kg, ou seja, 4 kg acima do limite de 6 kg, e diante da situação ela esvaziou a mala nela mesma. “Costuma-se dizer que a necessidade é a mãe da invenção”, definiu o jornal para o que nós chamamos de “jeitinho”.

Natalie disse que ficou fervendo de tanto calor, mas não quis usar o pouco dinheiro que tinha para pagar a taxa (Foto: The Irish Sun/Reprodução)Natalie disse que ficou fervendo de tanto calor, mas não quis usar o pouco dinheiro que tinha para pagar a taxa (Foto: The Irish Sun/Reprodução)

O que fez Natalie Wynn será bem mais familiar aos sul-mato-grossenses e demais brasileiros a partir de maio deste ano, quando as empresas aéreas brasileiras passarão a fiscalizar com mais rigor o tamanho das nossas bagagens de mão. As companhias aéreas alegam que malas de mão grandes demais atrasam embarques e terão que ser despachadas no check in.

Por enquanto, a ABEAR (Associação Brasileira das Empresas Aéreas) marca presença nos principais aeroportos do país com uma campanha educativa de orientação e fiscalização de bagagens de mão, mas a partir de maio quem apresentar bagagens de mão diferentes do tamanho e especificações exigidas terá que despachá-las e arcar com os valores cobrados para este serviço.

Arte mostra as dimensões da mala de mão que cada passageiro pode levar gratuitamente (Arte: ABEAR)Arte mostra as dimensões da mala de mão que cada passageiro pode levar gratuitamente (Arte: ABEAR)

Dimensões da bagagem de mão - Cada passageiro pode levar gratuitamente em cada embarque uma bagagem com até 10 kg e dentro das medidas estipuladas. A mala não deve ultrapassar os 55 centímetros de altura, os 35 centímetros de largura e os 25 centímetros de profundidade.

Além da bagagem de mão os passageiros podem incluir mais um item pessoal como sacola de compras, bolsa ou notebook. Neste caso, o tamanho máximo é de 45 cm de largura, 20 cm de profundidade e 35 cm de altura.

A fiscalização - As medidas máximas que as malas devem ter foram implementadas pela ABEAR e valem para as quatro companhias aéreas brasileiras (Latam, Avianca, Azul e Gol). Para conferir o tamanho da bagagem de cada passageiro, a associação contratou uma empresa terceirizada que vai monitorar visualmente o tamanho de cada bagagem antes do raio-X.

Se aparentarem estar fora do padrão, as medidas da mala serão verificadas. Se tiver que ser despachada, o passageiro estará sujeito aos valores das taxas cobradas pelas companhias aéreas:

GOL

1ª mala: R$ 60 com antecedência e R$ 120 no aeroporto
2ª mala: R$ 100 com antecedência e R$ 140 no aeroporto
3ª a 5ª mala (cada): R$ 130 com antecedência e R$ 220 no aeroporto.

LATAM

1ª mala: R$ 59 com antecedência e R$ 120 no aeroporto
2ª mala: R$ 99 com antecedência e R$ 140 no aeroporto
A partir da 3ª mala (cada): R$ 139 com antecedência e R$ 220 no aeroporto.

AZUL

1ª mala: R$ 60 com antecedência e R$ 120 no aeroporto
2ª mala: R$ 100 com antecedência e R$ 140 no aeroporto
3ª a 5ª mala (cada): R$ 130 com antecedência e R$ 220 no aeroporto.

AVIANCA

1ª mala: R$ 60 com antecedência e R$ 120 no aeroporto
2ª mala: R$ 100 com antecedência e R$ 140 no aeroporto
3ª a 10ª mala (cada): R$ 130 com antecedência e R$ 220 no aeroporto.

imagem transparente

Classificados


Copyright © 2019 - Campo Grande News - Todos os direitos reservados.