ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  26    CAMPO GRANDE 29º

Lugares por Onde Ando

Tendência no pós-pandemia já é perfil do sul-matogrossense

Por Paulo Nonato de Souza | 13/08/2020 07:13
A pesquisa mostra que 60,7% dos sul-mato-grossenses que viajaram em 2019 optaram por pegar as estradas e viagens de avião só 8,5% (Foto: Reprodução)
A pesquisa mostra que 60,7% dos sul-mato-grossenses que viajaram em 2019 optaram por pegar as estradas e viagens de avião só 8,5% (Foto: Reprodução)

O turismo está voltando aos poucos no Brasil e no exterior, depois de quatro meses de paralisação por conta da pandemia de coronavírus (Covid-19), e quem curte viajar já faz planos e sonha com suas próximas viagens. Antes que voos fossem cancelados, fronteiras fechadas, destinos turísticos interditados e o mundo entrasse em confinamento, viajar era uma atividade quase essencial até como terapia contra estresse.

Com base em dados do terceiro trimestre (julho, agosto e setembro) de 2019, levantamento do PNADC Turismo (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua), divulgado nesta quarta-feira, 12, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostra o perfil dos viajantes sul-mato-grossenses na pré-pandemia.

Chama a atenção o fato de que o sul-mato-grossense já praticava o que será a tendência do turismo no pós-pandemia, com viagens de carro para destinos nacionais, pelo menos na fase inicial da normalidade. A pesquisa revela que 60,7% dos viajantes de Mato Grosso do Sul em 2019 optaram por pegar as estradas em carros particulares, com ônibus de linha (13%) e avião (8,5%).

Na comparação nacional, o sul-mato-grossense ocupa o sexto lugar no ranking dos brasileiros que mais viajaram em 2019, revela a pesquisa. Em 932 mil domicílios de Mato Grosso do Sul alguma viagem houve em 24,9% deles, ou seja, em 233 mil domicílios alguém da família viajou. Os brasileiros do Rio Grande do Norte aparecem em 5º lugar com 25,6% de viajantes, Minas Gerais em 4º (27,7%), Pará em 3º (28,4%), Tocantins em 2º  (30,4%) e o Piauí em 1º lugar no ranking com 34,5%.

Campo Grande News - Conteúdo de Verdade

Mato Grosso do Sul ocupa a 11ª posição em viagens dentro do país e o 17º lugar em número de viagens internacionais no comparativo nacional. No tipo de viagem realizada pelos sul-mato-grossenses, cerca de 307 mil pessoas (98,5%) optaram por viagens nacionais e 5 mil pessoas (1,5%) preferiram viajar para o exterior em 2019.

Sobre a finalidade da viagem, se pessoal, profissional ou lazer, os sul-mato-grossenses ocupam o 17º lugar  entre as viagens por motivos pessoais e o 11º lugar entre as pessoas que realizaram viagem por motivo profissional. Nas viagens a lazer, o levantamento mostra Mato Grosso do Sul com a terceira menor taxa nacional (16,7%), à frente apenas do Piauí (15%) e Sergipe (11,7%).

O levantamento diz que 45 mil viagens de sul-mato-grossenses tiveram como motivo principal a busca por cultura (36,1%), terceiro maior percentual do país, abaixo apenas da Bahia (43,8%) e do Rio Grande do Norte (43,1%) e acima da média nacional (27,2%). Com percentual pouco abaixo, ficaram as viagens em busca de natureza, ecoturismo ou aventura (32,5%), o quinto maior percentual do país. As viagens que tinham como alvo sol e praia apresentaram a segunda menor taxa do país (18,5%), à frente apenas de Roraima (8,7%).

Já no quesito viagem para visitar parentes, Mato Grosso do Sul aparece com o maior percentual do país (48,4%), seguido de Roraima (43,2%) e o Amazonas (24,6%). Em 2019 foram registradas 130 mil viagens de sul-mato-grossenses para visitar parentes.

Regras de comentário