A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 23 de Outubro de 2019

01/09/2014 08:54

"Preparando sua empresa para venda"

Ronaldo Hotta Perez

A compra de uma empresa já existente tem sido uma alternativa para quem sonha em ter seu próprio negócio e enxerga nessa possibilidade um caminho mais curto para atingir a tão sonhada independência financeira.
A primeira pergunta que nos vem à cabeça é: O que leva um empresário a vender um negócio que esteja consolidado e operando com lucros?

Dentre os principais motivos estão a aposentadoria, o cansaço decorrente da rotina de trabalho e o desejo de se aventurar em novos desafios. Outros fatores como problemas de saúde, divórcio, mudança de cidade, briga entre sócios, também levam à venda de negócios lucrativos.

Ao se decidir pela venda, é necessário que o empresário observe alguns requisitos importantes para preparar o negócio a ser vendido. Tais requisitos contribuem para a viabilização do negócio, bem como atingir o valor pretendido.

Definir o valor de venda é o primeiro desafio, é preciso conscientizar-se que a avaliação não é uma ciência exata. Apesar das diversas metodologias existentes para se valorar uma empresa, é importante salientar que o próprio mercado já estabelece um certo preço e, um dos grandes erros do vendedor, é ignorar a realidade de mercado onde o negócio está inserido.

O sigilo é muito importante. Funcionários, clientes e fornecedores não devem ser avisados da negociação antes que ela se conclua.

Para operações como essa, é de suma importância uma assistência jurídica especializada, que deverá preparar os documentos societários para a mudança dos sócios, organizar o passivo trabalhista e fiscal, analisar os contratos vigentes com fornecedores, clientes e instituições financeiras, dentre outras providencias. Vale ressaltar que muitas operações de compra e venda de empresas acabam fracassando por conta de problemas dessa ordem.

A análise contábil e financeira (balanço, Demonstração Econômica de resultados e fluxo de caixa) pode colaborar bastante na busca do valor ideal da empresa, portanto é de vital importância mantê-los de forma organizada, podendo-se até mesmo contratar uma empresa de auditoria independente, providencia essa que, de quebra, trará maior confiabilidade aos números apresentados.

Pequenos detalhes como registro de marca e de patente, contagem física de estoque, carteira de clientes, contratos de parceria, contratos de exclusividade, dentre outros, aumentam consideravelmente o valor do negócio.
Outra recomendação é deixar tudo arrumado e criar, por exemplo, uma governança corporativa ou um programa operacional de redução de custos e de melhoria de gestão. Medidas como essas tem influência positiva no valor do resultado operacional da empresa.

Ademais, é importante avaliar se o negócio está em crescimento ou em um momento de estagnação. Uma empresa estagnada ou decrescente deve passar por um processo de reestruturação até que volte a dar sinais de crescimento, antes de ser colocada à venda. Dessa forma, o vendedor terá um parâmetro razoável para apresentar ao investidor, porque quanto maior o potencial de crescimento da companhia, maior será o valor de venda.
Por fim, analise a capacidade financeira do comprador e solicite todas as referências e garantias necessárias. Será que ele tem mesmo condições e está preparado para adquirir o seu negócio?

*Ronaldo Hotta Perez é advogado especializado em direito empresarial, sócio do escritório de advocacia Lopes, Dodero e Ocampos. – contato: ronaldo@ldo.adv.br

ICMS e agrotóxicos: um exemplo de lucidez em meio ao caos
O amplo conjunto de ações impostas em 2019 por governantes brasileiros no sentido de fragilizar a proteção ao meio ambiente não tem paralelo na histó...
Compliance: benefícios práticos nas empresas
Um dos principais patrimônios de uma organização é, sem dúvidas, sua reputação, que pode ter impacto tanto positivo como negativo nos negócios. Indep...
Um olho no peixe, outro no gato
O agro brasileiro poderia ser bem mais assertivo em sua comunicação com os mercados, aqui e no exterior. Falar mais das coisas boas que faz, seguindo...
Como transformar a nossa relação com a natureza?
Falar em meio ambiente não é algo abstrato. Se traduz no ar puro que respiramos, na água que bebemos e na fauna e flora que nos cercam. Somos depende...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions