ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 25º

Artigos

Educação tradicional v.s digital

Por Guilherme Junqueira (*) | 18/09/2020 13:06

Há dois anos escrevi um artigo sobre o fim do diploma e já falava de como as crises ratificariam esse presságio. Quais as carreiras que melhor se firmaram nesse vendaval que está sendo a pandemia?

As profissões digitais foram o grande ancoradouro para a economia. A exemplo disso trago a Avanade, que neste mês abriu 40 vagas para programadores de uma só vez e levou a Gama Academy para o processo de contratações para complementar a capacitação dessas pessoas.

Você passa em torno de quatro anos estudando e depois mais dois anos trabalhando para obter o retorno do que investiu na faculdade [fonte Mundo Vestibular]. A evasão no ensino superior brasileiro está muito ligada a isso. De acordo com o Guia do Estudante, mais de 900 mil alunos abandonam o ensino superior, 85% são exatamente dos cursos de tecnologia [fonte MEC].

O Google acaba de lançar cursos profissionalizantes com duração de seis meses, a custos que chegam a ser uma fração do que as universidades americanas cobram, por exemplo. Eles vão atacar de frente com os diplomas universitários nas áreas de tecnologia. O objetivo é atender a demanda de empresas por profissionais de digital. Com uma duração mais rápida, o profissional está pronto em poucos meses.

Existem muitas empresas com demanda para cargos tecnológicos, mas muitas delas não têm o mesmo know-how e budget do Google, por exemplo, para fazerem esse processo de capacitação profissional sozinhas. Existem soluções pra isso, e é esse tipo de academia que eu defendo, aquela que vai formar o perfil de colaborador que a sua empresa precisa, em muito menos tempo a um custo muito menor que de uma universidade [tradicional].

Quer uma rápida lista de empresas que já fazem isso (que trazem soluções para acelerar a colocação de profissionais digital)? A própria Avanade, que já citei, o Nubank, a Vtex e inúmeras outras.

Vimos empresas caírem porque perderam para a digitalização de outras. Estamos vendo criadoras de aplicativos sendo vendidas por milhões de valuation. E você, quanto acha que aproveitou da educação tradicional? Ela não prepara seus alunos para o mercado digital. Há uma lacuna enorme entre a teoria, o conteúdo absorvido e sua aplicação real no mercado de trabalho, que muda com muita rapidez.

Atualmente existe um déficit de 200 mil vagas de tecnologia no mercado. De acordo com o Banco Mundial, até 2024 devem ser criadas novas 420 mil vagas na área de Tecnologia da Informação. Ou a gente eleva o número de contratações de profissionais capacitados, ou eleva o número de déficit. Eu acredito que o mercado digital é que vai revolucionar a economia.

(*) Guilherme Junqueira é CEO da Gama Academy, empresa especializada em cursos e mentorias online

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário