A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Outubro de 2019

26/07/2015 14:00

Inovar para potencializar a carreira

Por Jaques Grinberg Costa (*)

Em tempos de crise econômica, quem inovar e fazer diferente terá destaque profissional. Sair da zona de conforto e usar a criatividade são dois fatores importantes para este profissionais que desejam aproveitar a crise para alavancar a carreira.

As mídias, os comentários e boatos sobre a crise são sempre negativos, influenciando as pessoas ao pessimismo. Muitas vezes os boatos geram uma crise que não existe, ou no mínimo, aumentam.

Que pessimista consegue render profissionalmente? Impossível! A concorrência diminui para quem fizer diferente e inovar. Este é o segredo em tempos de crise! Aproveite!

Veja abaixo 7 regras para potencializar a sua carreira:

1ª Querer.

O primeiro passo, em tudo, é querer. Se você quer, você pode! Falta de tempo e falta de capacidade são desculpas, temos medo do que ainda não aconteceu e muitas vezes não existe. Evoluir profissionalmente é uma conquista positiva que além de um retorno financeiro traz uma satisfação pessoal, uma realização pessoal fantástica. Acredite em você e no seu potencial! Arrisque e busque o seu sonho!

2ª Saia da zona de conforto.

Seja em tempos de crise ou não, ficar acomodado é a pior opção para a vida profissional e também pessoal. As pessoas gostam de pessoas alegres e com conteúdo. Procurar crescer e evoluir em todos os sentidos é uma questão de sobrevivência.

3ª Qualificação.

As mudanças acontecem muito rápido e precisamos acompanhar, estar preparados. A qualificação por meio de cursos rápidos, de especialização ou apenas livros e palestras, é necessário para a nossa sobrevivência profissional. As empresas buscam técnicos que sabem lidar com pessoas e profissionais de RH com conhecimento técnico, por exemplo. Os profissionais precisam ter habilidades técnicas, administrativas e também bom relacionamento com os colegas de trabalho para maximizar os resultados do trabalho em equipe.

4ª Criatividade.

As crianças são altamente criativas, questionam e perguntam tudo. Crescemos e deixamos de ser criativos, temos vergonha de perguntar e descobrir coisas novas. Qual foi a última vez que você fez um trajeto diferente para voltar para casa? Experimentou um restaurante novo? Frequentou um lugar novo que nunca imaginaria conhecer? Para aumentar a criatividade é preciso buscar novidades, quando mais inusitado for, maior será o seu potencial para inovar.

5ª Faça diferente.

Ninguém gosta da rotina, todos os dias as mesmas coisas. Inovar no modo de fazer a mesma coisa é o começo. É preciso de criatividade e inovação para fazer a mesma coisa de formas diferentes. Por exemplo ir para o trabalho por outro trajeto ou um ônibus diferente.

6ª Seja 360º.

As empresas buscam profissionais com visão 360º, isso é, com visão ampla. A era do técnico que só sabe ser técnico acabou. A geração Y está mudando, já mudou, o modo de trabalhar. Eles querem participar das decisões e colocar a “mão na massa” ao mesmo tempo. As empresas querem líderes que ajudam os colegas a carregarem caixas e técnicos que contribuem no pós vendas com um excelente atendimento aos clientes.

7ª Motivação intrínseca.

Como o nome já diz, é a nossa motivação, a motivação interna. Acordar todos os dias motivado é essencial para ser mais criativo e inovador. A motivação gera confiança e segurança para potencializarmos os nossos resultados.

Experimente chegar no escritório e de uma forma alegre cumprimentar os colegas desejando um ótimo dia! Quando encontrar um colega desanimado ao invés de dizer como é de costume, “Nossa, aconteceu algo?, diga “Hoje será o seu dia, acredite! Se precisar de ajuda pode contar comigo!”. Para motivar e ajudar os colegas precisamos primeiro estar motivados.

Aproveite para surfar neste mar turbulento chamado Crise! Se você conseguir pegar uma onda, e você vai, será vitorioso! Só consegue quem tenta, pense nisso.

(*) Jaques Grinberg Costa: coach e palestrante, trabalha com os temas de empreendedorismo, vendas, liderança, atendimento e fidelização de clientes. É autor do livro "84 perguntas que vendem"  Site: www.jaquesgrinberg.com.br.

Um olho no peixe, outro no gato
O agro brasileiro poderia ser bem mais assertivo em sua comunicação com os mercados, aqui e no exterior. Falar mais das coisas boas que faz, seguindo...
Como transformar a nossa relação com a natureza?
Falar em meio ambiente não é algo abstrato. Se traduz no ar puro que respiramos, na água que bebemos e na fauna e flora que nos cercam. Somos depende...
Sem comunicação não há evolução
Os líderes do agronegócio hoje concordam que precisamos dialogar muito mais com a sociedade urbana, pois sem isso não teremos aderência nas necessida...
A Ciência e o desenvolvimento: o óbvio que deve ser lembrado
Um país só se desenvolve se tiver ciência sólida que se transforme em tecnologia empregada pelo setor produtivo. Isso tem sido sobejamente demonstrad...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions