ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, QUINTA  30    CAMPO GRANDE 21º

Artigos

Investimento em ciclovias: é hora de analisarmos esta proposta

Por Caroline Brasil (*) | 23/06/2022 09:00

Estamos em uma época do ano em que os assuntos políticos começam a ganhar destaque nas mídias e partidos se organizam para apresentar as suas propostas. Deixando de lado a polarização que vivemos no Brasil hoje, se você é adepto do uso de transportes alternativos em vez de automóveis, sugiro que comece a investigar quais são as propostas que os candidatos têm para esse tipo de infraestrutura.

Aqueles que adquiriram o hábito de utilizar as bicicletas para se locomover devem ter percebido que as ciclovias precisam de muito investimento, seja em melhoria ou na implantação de novas vias. Esse é um dos pontos mais importantes para gerar segurança na locomoção e evitar acidentes no percurso, aliado às campanhas de conscientização para o trânsito compartilhado.

A utilização de bicicletas auxilia na qualidade de vida do usuário, já que é um ótimo exercício e reduz os níveis de stress. Outro benefício é em relação ao meio ambiente: menos veículos nas ruas, significa redução da poluição do ar e sonora. Considerando o simulador de impactos ambientais da Associação de Transportes Públicos (ANTP), a redução de 10% da frota de automóveis sendo substituída por bicicletas, para a cidade de São Paulo-SP, impactaria uma redução de 7% na emissão de poluentes. Ganhos de sustentabilidade inegáveis e que devem ser buscados pelas cidades cada vez mais.

Os investimentos em infraestrutura urbana para a ciclomobilidade só acontecerão se houver orçamento previsto para isso e planejamento por parte da gestão pública. E, se já no momento que antecede a eleição, os candidatos não demonstram esse interesse, significa que, ao longo de seu mandato, essa não será uma prioridade.

Então, vamos buscar analisar as propostas para essa área e tentar identificar, em nossa região, aquele candidato que pode atender à necessidade e com a melhor proposta efetiva para o usuário.

Fazendo a nossa parte, vamos aos poucos aumentando o uso de bicicletas no Brasil. Dessa forma, quem sabe possamos ser reconhecidos como um dos países com o maior número de bicicletas por 100 habitantes no mundo. Segundo Glaucia Pereira (2021), em sua publicação no Journal of Sustainable Urban Mobility, estima-se que o Brasil possua, em média, 16 bicicletas para cada 100 habitantes, sendo que a cidade com o maior número é Vitória com 23. Já na Holanda, há 90 bicicletas para cada 100 habitantes. Uma meta ousada para o Brasil, não? Mas podemos começar! Eu já tenho a minha, e você?

(*) É doutoranda em Sustentabilidade Ambiental e Urbana

Nos siga no Google Notícias