A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019

30/05/2019 08:28

Mato Grosso do Sul e São Paulo: União pelo Brasil

Por Reinnaldo Azambuja e João Doria (*)

Laços históricos, econômicos e culturais unem os Estados de Mato Grosso do Sul e São Paulo. Já éramos irmãos quando o primeiro ainda era uma porção do Mato Grosso com vocação para a independência, aspirando a desenvolvimento econômico autônomo, e o segundo era uma província do Império.

No começo do século 20, a antiga Companhia da Estrada de Ferro Noroeste do Brasil já projetava os dois territórios unidos por uma ligação férrea de 1,6 mil quilômetros entre as cidades de Bauru, no centro-oeste paulista, e Corumbá, na fronteira com a Bolívia.

Esses dois protagonistas do desenvolvimento brasileiro acabam de dar um importante passo conjunto: a assinatura de uma parceria de cooperação técnica na área de previdência complementar.

Ao fim desse processo, a Fundação Prevcom paulista vai gerir os recursos e os pagamentos da previdência complementar do funcionalismo sul-mato-grossense, nos moldes do que já acontece em São Paulo.

O sistema oferece aos novos servidores que assim o desejarem a oportunidade de se aposentarem com rendimentos acima do teto do INSS, hoje na casa dos R$ 5,8 mil.

Quem ganhar acima desse valor poderá fazer contribuições próprias para atingir o seu salário atual até o limite que desejar. Para o Estado, a contrapartida nessa previdência será de até 7,5%.

Em 2018, o governo sul-mato-grossense sancionou lei complementar que estabelece o Regime de Previdência Complementar em vigor para os novos funcionários efetivos dos poderes Executivo, Legislativo, Judiciário, integrantes da Magistratura, Ministério Público Estadual, Defensoria, Tribunal de Contas, autarquias e fundações, além dos ocupantes de cargos comissionados ou contratados.

Para o governo estadual, a parceria com a Prevcom significa redução de gastos e aceleração do processo de implementação do plano de benefícios, pois a constituição de um sistema próprio consumiria recursos e exigiria a montagem de toda a estrutura. A fundação paulista, em sete anos de operação, acumula R$ 1,18 bilhão em patrimônio e já tem 29,5 mil participantes.

Foi a primeira do gênero a obter autorização para firmar convênios de gestão de planos de previdência de servidores de outros Estados, municípios e da União. Hoje, além de gerir a previdência complementar paulista, faz o mesmo com o Estado de Rondônia e as cidades paulistas de Jales, Santa Fé do Sul, Birigui e Ribeirão Preto.

A assinatura do protocolo de cooperação reafirma a solidez dos laços entre os governos de dois Estados que prosperam. Nós acreditamos que a cooperação traz benefício na escala, na vantagem e na eficiência, seja na previdência, seja em outras áreas – por exemplo, em logística e transportes.

São Paulo e Mato Grosso do Sul compreenderam que a reforma de seus regimes de Previdência era essencial para garantir o equilíbrio fiscal sem o qual não existe desenvolvimento socioeconômico sustentável, geração de empregos, prestação de serviços públicos de qualidade e oportunidades de fato para a população.

Nossos dois governos esperam que esse mesmo caminho de prosperidade se abra em breve para todos os brasileiros. Defendemos a aprovação rápida de uma reforma da Previdência robusta, que torne o sistema mais eficiente, justo e solidário.

(*) Reinaldo Azambuja é governador de Mato Grosso do Sul e João Doria de São Paulo.

Boas novas para os hortifrutis
Toda vez que aumenta o tom de debates sobre defensivos agrícolas, sinto que se corre o risco de perder um pouco da dimensão histórica da questão fito...
Imposto único: um passo maior que a perna
Com a proposta da Reforma da Previdência em estágio bem avançado, o próximo tema a ser discutido pela sociedade é a Reforma Tributária, que deve ser ...
A vergonha da intolerância religiosa
Recentemente, acompanhamos nos noticiários que traficantes “evangélicos” do Rio de Janeiro integravam o grupo “bonde de Jesus”, onde atacavam religiõ...
Empresas estatais e proteção de dados
Na atual Era da Informação, tudo são dados. Bancos de dados são compartilhados entre empresas para municiar (quase literalmente) setores de telemarke...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions