A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 22 de Junho de 2018

05/05/2018 09:15

O Mestre Yoda e a Arte

Por Oscar D´Ambrosio (*)

Uma das figuras mais marcantes da série Star Wars, de George Lucas, o Mestre Yoda traz alguns ensinamentos que são de grande valia para a existência, mas que muitas vezes são ignorados pelos artistas. Uma viagem rápida por eles pode nos tornar pessoas mais atentas aos detalhes e mais delicadas e dedicadas ao mundo.

No Episódio V - O Império Contra-Ataca, ele diz: 'Faça ou não faça. Não existe a tentativa'. Seja um trabalho pictórico, escultórico ou conceitual, está aqui a chave do criador. Ele pensa antes, durante e depois de fazer. Mas faz. Isso leva a uma segunda frase, no Episódio II - Ataque dos Clones: 'Verdadeiramente maravilhosa, a mente de uma criança'.

Fazer cada obra como se fosse única e primeira constitui um desafio imenso. Manter a virgindade e a pureza do espírito criativo, mas sem deixar de lado o saber acumulado pelas gerações e por si mesmo constitui uma dicotomia complexa, mas prazerosa, que se cristaliza quando Yoda responde, no Episódio V, a uma afirmação de Luke ('Mas eu não acredito!'), dizendo: 'É por isso que você fracassa'.

O artista digno desse nome acredita em si mesmo. Como dizia o poeta Robert Frost escolhe um caminho menos trilhado e mais difícil, mas é nele que encontra a motivação para continuar e se renovar sempre. O maior risco é apontado por Yoda no Episódio I - A Ameaça Fantasma': 'O medo é o caminho para o lado negro, o medo leva à raiva, a raiva leva ao ódio, o ódio leva ao sofrimento'.

A ideia do artista como aquele que sofre para criar e para compreender o mundo é um mito romântico infelizmente muito arraigado. Geralmente quem sofre carrega uma mágoa, motivada por algum sentimento mal resolvido, muitas vezes ligado ao medo de criar ou de ser aceito. Não se cria para ter recompensa na forma de prestígio ou recompensa financeira, mas esse reconhecimento pode vir como resultado de um trabalho sincero, autêntico, verdadeiro e visceral.

Assim se vence o medo. E, como diz o Mestre no Episódio VI - O Retorno do Jedi: "Sempre passe o que você aprendeu'. Aqui está a sabedoria. O conhecimento e as questões que dele advém são para compartilhar. Isso vale para ideias, técnicas e procedimentos. Negar essa frase e se isolar de si mesmo e do mundo - e isso desconecta o criador daquilo que ele pode oferecer sempre de melhor: a sua humanidade.

Reflita com humildade sobre tudo isso e, como diz o Mestre Yoda, no Episódio V, e como diversos personagens alertam ao longo da saga: 'Que a Força esteja com você'.

(*)Oscar D'Ambrosio é mestre em Artes Visuais e doutor em Educação, Arte e História da Cultura.

Os três pilares do aprendizado
A educação brasileira passa por um profundo processo de transformação com a implantação da nova Base Nacional Comum Curricular. Precisamos estar pron...
O país onde tudo é obrigatório
Nos Estados Unidos, na França e na Inglaterra, as regras ou são obedecidas ou não existem, por que nessas sociedades a lei não é feita para explorar ...
Universidade pública e fundos de investimento
  A universidade pública não é gratuita, mas mantida pelos recursos dos cidadãos. E por que a Constituição brasileira escolheu determinar esse tipo d...
Uma nobre atitude de cidadania e espiritualidade
A solidariedade é intrínseca à condição humana, um dever moral que vai além da dimensão religiosa, pois todos somos gregários e frágeis. A bondade é ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions